CORONAVÍRUS

No Maranhão

2623
306952
267991
8681
MÚSICA

Campanha solidária para cantora Patativa

Com problemas de saúde e enfrentando dificuldades financeiras, amigos fazem campanha solidária para ajudar a cantora e compositora Patativa

Reprodução

Dona de sorriso largo e um talento incomum para música, a cantora e compositora, Maria do Socorro Silva, conhecida pelo apelido carinhoso de Patativa no meio cultural maranhense, está passando por um drama pessoal que chamou a atenção dos amigos. Prestes a completar 83 anos e com a saúde comprometida, a cantora está passando por sérias dificuldades financeiras e está precisando de ajuda. Nascida em Pedreiras, a cantora maranhense Patativa enveredou pelo samba em São Luís, no bairro da Madre Deus, onde se encantou pela batida do Bloco Tradicional Fuzileiros da Fuzarca, um dos mais antigos da ilha, do qual é integrante.

Para ajudá-la, foi lançada uma campanha solidária coordenada pelo amigo e produtor cultural, Ayawo Noleto, para arrecadar alimentos e dinheiro que será arrecadado por meio de doação e  com  a venda de seus mais de 200 CD’s que estão ainda novinhos e na caixa.  “No último sábado (15) estive na casa de minha amiga, compositora e cantora Patativa. Ela continua com a saúde ainda comprometida, mas ainda com vida suficiente para nos alegrar, embora sua locomoção esteja um pouco comprometida. No entanto, como todos que não tem uma renda fixa, precisa de ajuda financeira e de uma Cadeira de rodas”, disse Ayawo Noleto, explicando que foi autorizado por ela para fazer a campanha.

Presente na música maranhense desde jovem, Patativa, que é autora de centenas de composições, só lançou aos 77 anos o primeiro álbum, “Ninguém é melhor do que eu”, que foi produzido por Zeca Baleiro e lançado pelo selo do artista, Saravá Discos, em novembro de 2014. O samba de Patativa é uma costura de meias palavras embaladas pela simplicidade, uma colcha rara de expressões que exalam ao mesmo tempo provocação, timidez e luxúria. Um samba pronto para quem levar a alma lavada adiante.  O disco tem participações do próprio Zeca Baleiro, mais Zeca Pagodinho e Simone que fazem duo com a compositora maranhense. Este registro revela ao Brasil, uma sambista da boa gema expoente da melhor batucada.

Passados cinco anos, em 2018 a compositora lançou o seu segundo álbum “Sou de pouca fala”, que também foi produzido por Zeca Baleiro, e que tem direção musical do maestro de Luís Junior Maranhão, que na produção toca violão de 7 cordas, cavaquinho, baixo, bandolim, e viola caipira. O disco conta com sambas e outras vertentes musicais como, um cacuriá na faixa “Pega Maum”, com participação de Rosa Reis e Camila Reis, e um xote com letra de duplo sentido e cheio de malicia, no qual ela canta com o próprio Zeca Baleiro a faixa em que o refrão diz: “Eu não me deito numa cama sem poder/não me levanto da cama sem poder/não faço nada nessa vida sem poder”, com bom humor debochado.  “Sou de Pouca Fala”, a faixa que dá nome ao disco também foi escolhida para um clipe, que também funciona como lyric video, criado em animação por Marcos Faria. Com roteiro de Faria e Zeca Baleiro, o clipe está rodando no YouTube e retrata as ruas e as rodas de samba de São Luís, entre outras referências do mundo de Patativa.

Mesmo tendo o seu trabalho musical reconhecido pelos artistas e pelo público, Patativa está passando por sérias dificuldades financeiras e de saúde.  Portanto, se você deseja contribuir com a campanha solidária a favor de Patativa e receber seu CD é só depositar no pix noletochaves@yahoo.com.br ou entrar em contato no privado através celular (98) 98413 3258 que ele disponibiliza a conta do banco para o depósito.

Ayawo Noleto, acrescentou: “Se você contribuir entre R$ 10,00 e 20, 00 reais recebe um CD. Caso o valor ultrapasse os R$ 20, 00 reais leva dois CD”s. A entrega dos CD’s ocorrerá diretamente com ela, a partir do dia 27 de maio de 2021, uma quinta feira, na Praia Grande. Neste dia, caso ela já tenha tomado sua segunda dose da vacina, ela poderá estar presente para lhe agradecer sobre sua contribuição”, disse o coordenador da campanha.

VER COMENTÁRIOS
Entretenimento e Cultura
Esportes
Concursos e Emprego
Polícia
Mais Notícias