CORONAVÍRUS

No Maranhão

1104
203334
192476
4601
COMEMORAÇÃO

100 anos de elevação de São Luís à Arquidiocese

No dia 2 de dezembro de 1921, por decreto da sagrada congregação consistorial, São Luís foi elevada a arquidiocese

Reprodução

A Arquidiocese de São Luís celebrou ontem o início do  Ano Jubilar pelos 100 anos de elevação de São Luís à Arquidiocese. A celebração foi presidida pelo arcebispo metropolitano, dom José Belisário, na catedral metropolitana e transmitida pelo canal no YouTube da Arquidiocese. Presentes estavam apenas os bispos e padres concelebrantes.

A Santa Missa foi um marco celebrativo na vida missionária da Igreja, presente, na Região Metropolitana, em quinze municípios para além da Grande Ilha, se estendendo a paróquias, igrejas,  comunidades tradicionais, povoados. Segundo a Arquidiocese, está sendo feito um calendário programático com várias atividades a serem desenvolvidas, dentre elas, a publicação de um livro/álbum.

Celebrar o Jubileu é uma prática que tem suas raízes nas Sagradas Escrituras. A Diocese de São Luís, enquanto diocese é a quarta mais antiga do Brasil. As primeiras foram Salvador (BA), Olinda (PE), Rio de Janeiro (RJ), e em 1677, a de São Luís. “Como Arquidiocese, é bom ressaltar, foi em 1921-22 que o primeiro arcebispo tomou posse. O Ano Jubilar, nos propõe retomar o nosso passado, olhando o que nos precedeu, as pessoas, e fazer uma avaliação, pois como qualquer  empresa humana  nós temos sombras; e nos propor a continuar tudo de bom que a Arquidiocese  tem significado até esse momento’, disse  Dom José Belisário.

Marcos históricos – A administração eclesiástica da Igreja do Maranhão, dependente da Prelazia de Pernambuco, foi constituída a 15 de julho de 1614.  

A Diocese de São Luís do Maranhão foi criada em 30 de agosto de 1677 pela Bula Super Universas Orbis Ecclesias do Papa Inocêncio XI, como sufragânea do Patriarcado de Lisboa. Em 5 de junho de 1827 tornou-se sufragânea da Arquidiocese de São Salvador (BA) e, a 01.05.1906, da Arquidiocese de Belém (PA).

De 1679 a 1922 houve 23 bispos no governo da diocese. No dia 2 de dezembro de 1921, por decreto da Sagrada Congregação Consistorial, foi elevada a Arquidiocese. E no dia 10 de dezembro de 1922, pela Bula Rationi congruit do Papa Pio XI, elevada a sede Metropolitana.

Nesses 100 anos a Arquidiocese já foi presidida pelos bispos Dom Otaviano Pereira de Albuquerque (1922–1935), Dom Carlos Carmelo de Vasconcelos Motta (1935-1944), Dom Adalberto Accioli Sobral (1947-1951), Dom José de Medeiros Delgado (1951-1963), Dom João José da Motta e Albuquerque (1964-1984), Dom Paulo Eduardo Andrade Ponte (1984-2005) e Dom José Belisário da Silva, desde 2005.

VER COMENTÁRIOS
Concursos e Emprego
Gastronomia
Entretenimento e Cultura
Esportes
Polícia
Mais Notícias