CORONAVÍRUS

No Maranhão

1986
72021
50210
1797
SÃO JOÃO

Empreendedores se reinventam e agarram oportunidades para enfrentar a crise do coronavírus

Das receitas tradicionais de pratos típicos à decoração de São João, empreendedores e brincantes se reinventam para garantir as comemorações juninas em meio à pandemia

Junho chegou, só que, desta vez, sem fogueiras animadas reunindo multidões, brincadeiras típicas nos arraiais e barracas de delícias regionais nas ruas. Com o avanço da Covid-19 no país, a tradição vai precisar esperar, a fim de evitar aglomerações de pessoas e, consequentemente, a proliferação do novo coronavírus. A melhor dica é ficar em casa sempre que puder e respeitar o isolamento social recomendado pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

Sem as festas e em meio ao isolamento social, se a população não pode ir às festas juninas, a saída encontrada por muitos empreendedores foi levar o São João até os apaixonados pela festança; a comercialização de kits, cestas juninas e de serviços como decorações temáticas, por exemplo, têm gerado uma renda extra bem importante para quem sofreu os efeitos econômicos da pandemia.

Essa alternativa cheia de criatividade é uma forma de adaptação ao meio. Isso é o que defende o mestre em economia, Diego Henrique Matos Pinheiro. “Estamos vivendo tempos difíceis e todo mundo precisa se adaptar ao novo momento. É num cenário de crise que soluções inovadoras surgem”, atesta.

Mestre em economia, Diego Henrique Matos Pinheiro

Empreendedorismo junino

Acostumada a preparar bolos de aniversários e casamentos, a confeiteira Cleudiane Marques precisou se adaptar às necessidades dos clientes e encontrou nas cestas juninas uma opção de renda extra. “As caixas são montadas de acordo com o gosto do cliente. Alguns preferem pratos salgados; outros, doces; e têm aqueles que gostam dos dois. Além dos bolos que já faço, essa foi uma alternativa de levar para cada pessoa um pouco do sabor junino”, revela a empresária que prepara kits juninos com comidas típicas.

Empresária Cleudiane Marques

Pode ser um microempreendedor individual ou até mesmo ter uma pequena empresa, não importa o tamanho do negócio, especialistas asseguram que é preciso que a inovação seja uma meta constante. “Inovar não é necessariamente implementar uma nova tecnologia, mas criar uma nova maneira de lidar com um problema, oferecendo uma solução rápida e que atenda às necessidades dos clientes”, pontua Diego Henrique.

Se a crise econômica foi vista como um obstáculo para muitos empreendedores, para outros o momento foi a oportunidade encontrada para montar o próprio negócio, como fez o empresário Márcio Freire, que há pouco mais de um mês criou um delivery de cestas juninas. “Esse momento em que não teremos as festas juninas e as pessoas ficam mais em casa ociosas foi quando enxergamos nossa oportunidade. Esse já era um projeto que tinha em mente, mas só se concretizou na pandemia e tem dado muito certo”, conta o empresário, que, com ajuda da mãe, leva o sabor da culinária nordestina por meio de sacolas juninas.

Empresário Márcio Freire leva a culinária nordestina através de sacolas juninas

Apesar do pouco tempo, o negócio do empresário já conquistou adeptos em outros estados brasileiros, o que o surpreendeu. “A culinária nordestina é encantadora e levar essa cultura para outros lugares é motivador. Por isso, vamos continuar levando o sabor do nordeste a quem quiser conhecer”, diz entusiasmado.

Sacolas Juninas

São João kids

Além dos adultos, a época junina encanta também as crianças, que se divertem com as brincadeiras típicas da temporada. No entanto, sem arraias e brincadeiras, as crianças, que já vivem há três meses o isolamento social imposto pela pandemia, perdem ainda outra oportunidade: a de conhecer e valorizar as raízes culturais do lugar onde vivem.

Para manter a fogueira da tradição acesa em casa e garantir a diversão da criançada, a empresária Angélica Lucena encontrou uma solução. Angélica, que trabalha com aluguel de brinquedos para eventos, viu o negócio parar diante do isolamento social. Sem festas ou eventos, a empresária inovou unindo as brincadeiras juninas com a recreação em casa. “Reunimos todas as brincadeiras que costumávamos fazer com as crianças no período junino, antes da pandemia, e colocamos tudo em uma caixa. Assim, criamos os kits juninos para os pequenos interagirem com os irmãos e com os pais”, ressalta.

Entre as brincadeiras que animam as crianças estão a corrida do saco; brincar de acertar o rabo do burro; corrida de colher e as tradicionais bombinhas traques, popularmente conhecidas como mata-moscas também.

Decoração junina

Além das comidas típicas e das brincadeiras juninas, outro ponto indispensável no novo modo de celebrar o São João é a decoração em casa. Para não deixar a temporada passar em branco, alguns maranhenses apaixonados pela época junina encontraram uma solução.

Influenciadora digital Thaynara OG na 3ª edição do São João da Thay

Idealizadora de uma das maiores festas juninas do Nordeste, o São João da Thay, a influenciadora digital Thaynara OG realizaria este ano a 4ª edição do evento, mas, com a pandemia, uma das festas mais aguardadas pelo público maranhense e pelos fãs da Thay precisou esperar. Mesmo assim, com bandeirinhas, chitão e balões juninos, a influenciadora juntou a família e, ao lado das irmãs e dos pais, decorou o apartamento onde moram com as cores da cultura maranhense.

“Tanto eu quanto minha família amamos o São João, é uma época que a gente aguarda ansiosamente e, assim como todo maranhense, estamos um pouco tristes porque esse ano não podemos visitar os arraiais da cidade. Então, a gente trouxe todo o clima da época para dentro de casa. Coloquei bandeirinhas na varanda e na sala, pendurei balões, coloquei tecido de chita nas mesas, o chapéu de vaqueiro eu botei no teto, peguei um penache bem bonito e coloquei no centro da sala, tudo para não deixar que esse momento passe batido”, conta Thaynara OG.

Decoração junina na casa da influenciadora Thaynara OG

Na semana em que se celebra São João (24 de junho), com inspiração no lar da Thaynara OG, O Imparcial selecionou dicas bem úteis, práticas e simples para você levar o clima junino para dentro de casa. Veja!

Bandeirinhas

Sem bandeirinhas é como não ter São João. O item obrigatório é um dos símbolos mais característicos da festa, além de ser bastante versátil. Para seguir a tradição, é importante que elas sejam coloridas e tenham o formato de retângulos com o corte de um triângulo bem no meio. Quanto mais bandeirinhas melhor, então pode caprichar!

Balões

Decoração Junina na casa da influenciadora Thaynara OG

No formato de prisma, os tradicionais balões juninos são fundamentais para deixar o cenário com cara de São João. Diferente das bandeirinhas, os balões podem ser em menor quantidade e devem ficar no teto, junto das bandeirinhas, nos cantos dos cômodos ou pendurados nos arcos das portas.

Fogueira

Dentro de casa, nada de fogueira, mas nem por isso a chama junina precisa se apagar. Este ano, vamos de fogueira virtual, por meio de vídeos disponíveis na internet. Se preferir, a fogueira também pode ser lembrada com uma imitação montada com papelão e plástico ou papel celofane colorido, por exemplo.

Caracterização

Decoração junina na casa da influenciadora Thaynara OG

Essa é a parte mais divertida! O conceito básico é bastante conhecido: caipira e engraçado. Remendos, camisas quadriculadas de flanela, vestidos de cores chamativas, chapéus de palha, trança e laço, sardas, dentes pintados de preto, bigodes e sobrancelhas emendadas, etc, são algumas das ideias para caracterização.

VER COMENTÁRIOS
Concursos e Emprego
Notícia Boa
Checamos
Polícia
Gastronomia
Entretenimento e Cultura
Mais Notícias