CORONAVÍRUS

No Maranhão

868
53508
25120
1285
NA QUARENTENA

Pais e mães apostam em criatividade para divertir a criançada

De cineminha com direito à bilheteria na sala de casa até acampamento no quintal: vale tudo!

A mãe, Thais Sampaio, com as filhas Maria Luisa e Marina Almeida na brincadeira do balde

Basta uma ideia surgir, que logo Thaís Sampaio chama as filhas Maria Luísa (11) e Marina (6) para a conversa. No bate-papo, que inclui o marido e pai das meninas, Henrique Almeida, cada um recebe uma função para realizar o desejo de transformar a sala de casa no que a família imaginar. Com a família, Thaís já realizou show de mágica, sessão de cinema, escorrega no sabão, festa mexicana, noite italiana, noite de jogos e diversas outras brincadeiras. Ela conta que, por lá, a rotina já foi estabelecida e a expectativa da família é para o fim de semana, quando só a diversão ganha espaço.

A mãe, Thais Sampaio, com a família na Noite Italiana

“Nós fazemos programações para cada fim de semana e organizamos tudo conforme o planejado e de acordo com a temática. Mudamos a disposição dos móveis e fazemos o layout da sala para atender ao que pensamos. A decoração também é baseada no tema, vestimo-nos de acordo com o temática, as músicas, a comida, fazemos uma verdadeira viagem nos lugares e nos divertimos a valer”, compartilha a mãe dedicada, que atua como coordenadora pedagógica em uma escola de São Luís.

Haja energia

As crianças têm energia de sobra e, durante o isolamento social, haja criatividade para desenvolver algumas brincadeiras com elas em casa. O desafio é transformar esse momento de tantas incertezas e dificuldades em algo divertido para os pequenos. Como grande parte dos pais e mães começa a trabalhar no modelo home office, esse acaba sendo um momento ideal para além da diversão, estreitar laços entre pais e filhos.

O pai, Henrique Almeida, com as filhas na sessão de cinema em casa

A psicóloga infantil, Jailma Correa, explica a importância desse envolvimento afetivo. “É importante essa conexão da criança com as pessoas que ela convive. A partir disso, ela compreende os seus vínculos. Isso se dá dos 0-6 anos. É na fase da infância que se marca a legitimação das emoções. Por isso, orientamos que os pais e familiares estejam criando essa conexão afetiva, e esse momento que estamos vivendo de quarentena pode ser usado para reconstruir ou até mesmo fortalecer ainda mais essa afetividade emocional com os filhos”, ressalta.

Para muitos pais, mães e outros familiares, a dificuldade é manter a agenda intensa e repleta de ocupações com os filhos em casa e conciliar a vida profissional com os afazeres domésticos. Uma recomendação importante da psicóloga Jailma é que as famílias criem uma rotina dentro da nova realidade, com horários para refeições, para dormir, para brincar, navegar na internet ou ver televisão, entre outras atividades.

“A sugestão para ajudar nessa rotina é preparar um quadro com as atividades a serem desenvolvidas com a criança. Ao final do dia, fazer uma reflexão junto aos filhos, saber o que conseguiram e quais foram as dificuldades, o que pode mudar ou melhorar. Dessa forma, também, é uma maneira de trabalhar a afetividade. Tudo precisa ser leve, afinal, estamos vivenciando dias difíceis, temos que cuidar do emocional”, acrescenta a especialista.

As filhas fazendo piñata da Festa Mexicana

É exatamente isso o que a família de Thaís tem feito. Para este fim de semana, ela e o marido já planejaram realizar uma gincana com as crianças. Este tempo para a família vem sendo de grandes descobertas e aproximações afetivas. “Esses momentos têm sido fundamentais para que possamos demarcar com clareza o tempo vivido, mas além de tudo, o maior benefício dessas experiências tem sido perceber que podemos nos divertir juntos, o que tem fortalecido ainda mais nossos laços familiares. Tem sido muito gostoso! Nós estamos adorando!”, conta a mãe entusiasmada.

Dicas criativas

Que tal apostar em algumas ideias criativas para fazer com a criançada em casa? O Imparcial separou 5 dicas práticas. Veja!

Sessão de cinema

A sessão de cinema teve direito até óculos em 3D, muita criatividade da família

Um programa super gostoso para esses dias é se jogar no sofá com a família e preparar um cinema em casa, regada com pipoca e guloseimas, que as crianças adoram! O primeiro passo é escolher um tema para a sua mostra de cinema caseira, por exemplo, comédias e aventuras, e pensar em filmes que trazem esse roteiro. Use a imaginação, faça cartaz com as crianças sobre os filmes, separe as sessões por sala, e claro, deixe o espaço para a compra da pipoca e dos lanches que elas gostam.

Piquenique no acampamento

É uma atividade ideal para os pais e filhos explorarem a organização e a preparação de alimentos, em um dos cômodos da casa, montam as comidas e decoram o espaço com uma linda toalha e cestas.

Brincar de “desenho às cegas”

Coloque uma venda na criança e ponha um papel e lápis de cor na frente dela. Depois, peça para ela desenhar elementos sem ver, como uma boneca, uma casa, um vaso com flor, etc. Outro desafio é desenhar com a mão oposta à dominante.

Jogos

Buscar meios criativos para falar do momento atual, como a pandemia, porém de forma dinâmica. A sugestão é fazer um quiz do que é certo e errado, dos cuidados com a limpeza e a higiene.

Produzir jogo de boliche caseiro

É só juntar pelo menos cinco garrafas pet vazias, canetas para plástico e fitas adesivas para enfeitar, além de uma bola, que pode ser de meia. Depois é só cair na brincadeira!

VER COMENTÁRIOS
Concursos e Emprego
Notícia Boa
Checamos
Polícia
Gastronomia
Entretenimento e Cultura
Mais Notícias