CORONAVÍRUS

No Maranhão

942
57605
31569
1399
RIO DE JANEIRO

Modelo que participou de clipe da Anitta é encontrado morto

Ao saber do ocorrido, Anitta disse ter ficado estarrecida e lamentou que matar ou morrer tenha virado algo banal no Rio

Reprodução

O dançarino Rodrigo Motta, de 28 anos, que ficou conhecido por participar do clipe “Vai malandra”, de Anitta morreu nesta segunda-feira (09). Rodrigo, que também era modelo e bartender, foi assassinado. Um morador da comunidade do Vidigal, que não quis se identificar, disse que Rodrigo teria se envolvido em uma briga na semana passada e que a morte teria sido motivada pela revanche. O modelo teria levado um tiro no pé e na perna, seguido de agressões.

Procurada, a Secretaria municipal de Saúde do Rio confirmou que Rodrigo deu entrada no Hospital Miguel Couto, no Leblon, na Zona Sul do Rio, na segunda-feira, foi atendido, mas não resistiu.

Segundo a Polícia Militar, não há informações sobre o caso até o momento. A Polícia Civil informou que a DH-Capital (Delegacia de Homicídios) investigará o crime e está em busca de testemunhas para solucionar o caso.

Algumas horas depois que soube do crime, Anitta se pronunciou em sua conta no Twitter.

“É com enorme pesar que venho informar o falecimento do meu irmão hoje pela manhã. Logo informarei o dia e horário do velório para as últimas homenagens”, escreveu Márcio Motta, irmão do modelo, que confirmou a morte mais cedo.

O enterro do Rodrigo será nesta quarta-feira, dia 11, no Cemitério São João Batista. O horário não foi divulgado.

No trabalho com Anitta, Rodrigo aparecia passando óleo em mulheres, que usavam biquínis de fita isolante. Rodrigo ganhou visibilidade após integrar o clipe. Na época, surgiram diversas propostas para trabalho como modelo.

Relembre a participação de Rodrigo Motta em “Vai malandra”:

VER COMENTÁRIOS
Concursos e Emprego
Notícia Boa
Checamos
Polícia
Gastronomia
Entretenimento e Cultura
Mais Notícias