ALIMENTAÇÃO

Saiba quais frutas o seu pet pode comer

Existem vários alimentos naturais que podem ser dados para os cães, mas alguns tipos de frutas devem ser consumidos com moderação para evitar problemas

Reprodução

Saber as frutas que cachorro pode comer (e não comer) é um interesse muito comum para tutores que gostam de agradar os peludos com petiscos mais saudáveis ou como parte da dieta natural. No entanto, algumas frutas podem ser ofertadas ao cão com moderação, outras são permitidas retirando a casca, a folha ou caroço e umas que nunca devem ser ingeridas pelos cães.

Também é importante que você entenda que a lista de frutas que cachorro pode comer ainda é polêmica entre muitos veterinários. Por exemplo, o abacate, mas não se preocupe que logo a gente explica o porquê.

Além de saber quais frutas o cachorro pode comer, é fundamental conhecer bem o estado de saúde do seu animal para entender se ele tem ou não alguma doença que pode ser piorada ao consumir determinado alimento.

Existem frutas que, por mais que sejam bem toleradas e a maioria dos cachorros possa comer, podem não cair bem para seu cãozinho. Isso porque cada animal é único e pode apresentar episódios de diarreia, vômitos e até alergias quando ingerir certos alimentos.

Mas, afinal, quais frutas cachorro pode comer? Preparamos uma matéria bem completinho para tirar as suas dúvidas. Para facilitar, dividimos em dois grupos: sinal verde (frutas que o cachorro pode comer) e amarelo (para as que podem ser oferecidas com alguns cuidados). Fique por dentro!

Sinal verde: quais frutas que cachorro pode comer?

Banana; Melancia; Morango; Manga; Kiwi; Melão; Goiaba; Jabuticaba; Caju; Pitaya; Banana.Sinal amarelo: quais frutas podem ser oferecidas com cautela?

Sinal amarelo: quais frutas podem ser oferecidas com cautela?

Abacaxi; Laranja; Maçã; Pera; Abacate; Mamão; Coco; Ameixa; Caqui.Cachorro pode comer frutas cítricas?Cachorro pode comer frutas cítricas?

Cachorro pode comer frutas cítricas?

Ainda existe uma certa dúvida em oferecer ou não frutas cítricas ao cãozinho. O melhor conselho é oferecer somente se o cão é saudável. Nestes casos, a acidez não fará mal ao estômago do cão, uma vez que o pH ,do estômago dos cachorros é baixo (1.0 a 2.0), ou seja, a fruta não será mais ácida que o próprio pH natural estômago. Agora, se o cão tem problemas gástricos, não é recomendado oferecer frutas cítricas.

Como oferecer as frutas ao cachorro?

Como tudo na vida, a chave para o sucesso é o equilíbrio. O excesso é sempre um problema para os cães. Por isso, sempre comece ofertando apenas pequenos pedaços de frutas (com exceção das frutas proibidas para os animais, veja nesse post aqui) para testar a tolerância ao alimento. E, se o cão não digerir aquilo bem, não tente dar mais.

Assim, as frutas são muito bem-vindas nas dietas dos animais desde que dadas sem exageros. Nosso conselho é sempre consultar o médico veterinário antes de decidir oferecer as frutas como parte da dieta dos cães.

VER COMENTÁRIOS
Concursos e Emprego
Polícia
Você, Gastrô!
Entretenimento e Cultura
Mais Notícias