NOVIDADE

Apple lança novo iPhone 11

A empresa anunciou também o Apple Watch 5 e o preço da Apple TV Plus

Reprodução

A Apple lançou hoje (10) as novas versões da linha de celulares iPhone. A empresa, dessa vez, preferiu usar numerais para identificar os modelos, diferente dos algarismos romanos anteriores. Os novos aparelhos são: iPhone 11, iPhone 11 Pro e iPhone 11 Pro Max.

O iPhone 11 estreia câmera dupla com lente ultra wide, algo que se popularizou em smartphones de outras marcas. São ao todo dois sensores de 12 MP capazes de registrar pequenos grupos de pessoas ou paisagens gigantescas. Além disso, a Apple confirmou a chegada do Modo Noturno, ideal para fotos durante a noite.O smartphone traz processador A13 Bionic. Segundo a companhia, a bateria aguenta uma hora a mais do que no iPhone XR, modelo mais barato do ano passado. Serão disponibilizadas seis cores do iPhone 11: preto, verde, amarelo, lilás, vermelho e branco.

Apresentação da câmera ultra wide do iPhone 11. Foto: Reprodução/Apple

Enquanto o modelo mais simples traz duas câmeras, o iPhone 11 Pro oferece um conjunto fotográfico ainda mais poderoso, com uma terceira câmera. O zoom transita entre .5x, 1x e 2x. Um sistema de fotografia preditiva capta quatro quadros antes e quatro depois de o obturador ser pressionado. O software em estágio experimental combina as diversas imagens para produzir o que a Apple chama de “foto perfeita”, com bom equilíbrio entre os pontos mais iluminados e aqueles mais escuros. O iPhone 11 Pro estará disponível em quatro cores: Cinza Espacial, Midnight Green (espécie de verde musgo), prata e dourado.

O iPhone 11 Pro tem tela de 5,8 polegadas com tecnologia chamada de Super Retina XDR, que alcança brilho maior e altíssima taxa de contraste. A bateria supera a do iPhone XS, considerado o antecessor: são quatro horas a mais, conforme estimativas da Apple. Nos Estados Unidos, o preço sugerido é de US$ 999 (aproximadamente R$ 4.100).

O iPhone 11 Pro Max é destinado a quem busca um telefone com tela grande: tem display de 6,5 polegadas. Mesmo com todo este espaço, segue o visual da geração 2019 e mantém o notch no topo do display. São cinco horas a mais de autonomia de bateria que no iPhone XS Max, considerado antecessor do equipamento. Custa US$ 1.099 nos Estados Unidos (equivalente a R$ 4.500).

Todos os modelos devem chegar ao Brasil ainda este ano. Mas, nenhum valor para mercado brasileiro foi anunciado até o momento. O XS e o XS Max saem de linha, mas o iPhone XR e o iPhone 8 permanecem no portfólio de celulares da companhia.

Além disso, foi anunciado o Apple Watch 5, o novo iPad de 10,2 polegadas. A nova geração de Apple Watch traz como grande diferencial a possibilidade de manter a tela sempre ligada. Até agora, um sensor detectava quando o usuário trazia para perto de si ou movimentava o pulso. Agora a promessa é de que a bateria dure o dia todo. O corpo também mudou, disponível em titânio e cerâmica.

Apresentação do Apple Watch Série 5. Foto: Reprodução/Apple

O modelo ganha uma bússola. Será útil para corridas, detecção de atividades físicas ou exploração das estrelas durante a noite – para os fãs de astronomia.

O preço nos Estados Unidos começa em US$ 399 (GPS) e US$ 499 (com telefonia celular). O Apple Watch 3 continua à venda por valor mais baixo: US$ 199 no mercado americano.

O serviço televisivo Apple TV Plus entra no ar em 1º de novembro com alguns programas originais. A nova plataforma de streaming entra no mercado para enfrentar serviços como Netflix, Amazon, Disneyu, etc. Estará em mais de cem países. No Brasil, a assinatura custará R$ 9,90 por mês, de acordo com o escritório local. Compradores de novos iPhones vão ganhar um ano de streaming de graça.

VER COMENTÁRIOS
COLUNAS E OPINIÃO
Concursos e Emprego
Polícia
Você, Gastrô!
Entretenimento e Cultura
Mais Notícias