LITERATURA

Escritor Maranhão Sobrinho “o poeta maldito” ganha biografia

O livro conta também testemunhos de intelectuais que conheceram o poeta pessoalmente, a repercussão nacional de sua morte, o paradeiro de seu espólio literário e uma fortuna crítica sobre sua obra.

Reprodução

Maranhão Sobrinho – O poeta maldito de Atenas é o sexto livro do poeta Kissyan Castro. Lançamento acontece nesta quinta-feira (8) durante a programação do 6º aniversário da Academia Ludovicense de Letras – ALL, que homenageará os 140 anos de Maranhão Sobrinho.

O livro é resultado de oito anos de pesquisa do escritor. Para escrevê-lo, Kissyan  Castro visitou os mesmos lugares em que Maranhão Sobrinho viveu, reconstruindo os caminhos percorrido pelo poeta desde Barra do Corda, sua terra natal, até seus últimos dias de vida, já em terras amazônicas.

Em Manaus, esteve na Biblioteca Estadual, no Arquivo Público e em acervos particulares, encontrando nesses lugares fotos, poemas inéditos e vários detalhes biográficos do artista. O título do livro foi tirado de um epíteto que Maranhão Sobrinho atribuía a si mesmo: O Poeta Maldito de Atenas.

O novo livro de Kissyan Castro sai pela editora Penalux e é dedicado a Jomar Morais, também pesquisador de Maranhão Sobrinho. Faz parte de um projeto aprovado pela Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão – FAPEMA, para a criação de um espaço dedicado a Maranhão Sobrinho e suas obras em Barra do Corda. 

Essa não é a primeira vez que Kissyan se debruça sobre a obra de seu conterrâneo. Em 2015, lançou Maranhão Sobrinho – Poesia Esparsa, que reuniu 105 poemas inéditos coletados da produção dispersa do escritor em publicações da imprensa, além de um perfil biográfico do poeta simbolista, que corrige vários equívocos históricos. O livro trouxe também testemunhos de intelectuais que conheceram o poeta pessoalmente, a repercussão nacional de sua morte, o paradeiro de seu espólio literário e uma fortuna crítica sobre sua obra.

O Poeta Maldito de Atenas amplia e aprofunda o Itinerário biográfico, contido no apêndice da Poesia Esparsa de Maranhão Sobrinho”. Entre as novidades, podemos destacar a iniciação precoce do poeta na boemia (com apenas sete anos de idade); uma frustração amorosa aos 15 anos; a falsa alegação de que Maranhão Sobrinho foi um dos fundadores da Oficina dos Novos; e as críticas mordazes de Osório Duque Estrada, autor da letra do Hino Nacional Brasileiro, ao seu livro de estréia. Esta última informação está entre as razões de o poeta ter se recusado a fazer carreira literária no Rio de Janeir o”, afirma Kissyan.

Maranhão Sobrinho – Nascido em Barra do Corda, em 1879, Maranhão Sobrinho morreu em 1915, em Manaus, de cirrose hepática, poucos dias antes de completar 36 anos. Um dos principais nomes do simbolismo brasileiro, ao lado de Cruz e Sousa e Alphonsus Guimarães, Sobrinho lançou três livros em vida: Papéis velhos, Estatuetas e Vitória Régia, mas é um autor pouco reeditado.

“Maranhão Sobrinho está ‘escondido’ há quase um século. Somente o o seu primeiro livro recebeu uma reedição. É um daqueles poetas a quem até hoje não lhe fizeram a devida justiça” afirma Kissyan Castro.

Kissyan Castro – Poeta e pesquisador maranhense (Barra do Corda/MA, 1979). Autor dos livros Vau do Jaboque (2005), Bodas de Pedra (2013), Maranhão Sobrinho – Poesia Esparsa (2015) e Rio Conjugal (2016) e Estreito de Éden (2017). Kissyan Castro tem poemas publicados em vários sites e revistas, entre as quais Germina e Portal de Poesia Ibero-Americana, de Antonio Miranda. Atualmente colabora no site www.barradocorda.com. Formado em Teologia, é servidor público, membro efetivo da Academia Barra-Cordense de Letras e, nas horas vagas, professor de grego cl& aacute;ssico.

Em sua poesia, predominam as indagações metafísicas sobre a efemeridade da vida, o estar no mundo, a ânsia de durar, temas que o perturbam desde a infância, além de alguma iconoclastia do legado das religiões.

MARANHÃO SOBRINHO – O maldito de Atenas

Penalux Editora, 192 págs

Livro de Kissyan Castro

Lançamento dia 08 de agosto, a partir das 17h30

6º aniversário da Academia Ludovicense de Letras e 140 anos de Maranhão Sobrinho

Com realização de mesa de debate sobre a obra do poeta

Casa de Cultura Huguenote Daniel de La Touche

Academia Ludovicense de Letras – Rua Djalma Dutra, 128 – Centro, São Luís-MA

Preço do livro: R$ 40,00

VER COMENTÁRIOS
Concursos e Emprego
Polícia
Você, Gastrô!
Entretenimento e Cultura
Mais Notícias