MÚSICA

O “Clube da Esquina” por Milton Nascimento na ilha

Cantor e compositor apresenta nesta quinta-feira (15) em São Luís, um repertório com canções que Milton ainda não tinha interpretado ao vivo.

Reprodução

Um dos movimentos musicais mais importantes do Brasil, surgido na década de 1960 em Belo Horizonte, Minas Gerais, onde jovens músicos começaram a se reunir, o Clube da Esquina, que marcou toda uma geração está sendo celebrado em turnê nacional em 2019 pelo cantor e compositor Milton Nascimento.

O show que leva assinatura local do produtor Mário Moraes está sendo considerado uma apresentação histórica do cantor e compositor Milton Nascimento, na ilha. O evento acontece nesta quinta-feira (15), a partir das 21h45, no Centro de Convenções Pedro Neiva de Santana, no Multicenter Sebrae, no Altos do Calhau.  

Em Clube da Esquina, Milton Nascimento faz uma homenagem aos dois discos de mesmo nome, lançados na década de 1970, onde um deles levou na capa o nome de outro integrante do movimento: o músico Lô Borges.  Os discos tornaram-se um marco definitivo na história da música.  Vale ressaltar que o som feito pelo movimento Clube da Esquina que inspirou os dois trabalhos fundia com as inovações trazidas pela Bossa Nova mesclando com elementos do jazz, do rock – principalmente os Beatles – e, música folclórica dos negros mineiros com alguns recursos de música erudita e música hispânica.

Em 2017, o álbum Clube da Esquina 1 comemorou 45 anos, e em 2018, foi a vez do disco Clube da Esquina 2 completar 40 anos. Sendo assim, diante da chegada de datas tão importantes que, pela primeira vez, Milton Nascimento tomou a decisão de dedicar um projeto inteiro ao Clube da Esquina.

Entre os destaques podemos citar Lado A as músicas Tudo que você podia ser interpretação de Milton Nascimento e composição de Lô Borges e Márcio Borges; Cais de Milton Nascimento e Ronaldo Bastos; O Trem Azul interpretação de Lô Borges que assina com Ronaldo Bastos,  Saídas e Bandeiras nº 1, interpretadas por Beto Guedes e Milton Nascimento que assina com Fernando Brant, além de Clube da Esquina 2 que trás canções do Lado Dois como: Canoa, Canoa Nelson Angelo e Fernando Brant; O que foi feito deverá de Milton Nascimento, Fernando Brant/O que foi feito de vera de Milton Nascimento e Márcio Borges que conta com a participação de Elis Regina, Gonzaguinha e Lô Borges e muitas outras que marcaram a trilha sonora de muita gente.

Augusto Nascimento, filho e diretor artístico do projeto, foi quem teve a ideia de juntar o repertório dos dois discos neste espetáculo, segundo revelação do próprio Milton Nascimento à imprensa.

No palco, “Bituca” como Milton Nascimento é chamado carinhosamente pelos mais íntimos tem a companhia dos músicos: Wilson Lopes (guitarra, violão e direção musical), Beto Lopes (guitarra e violão), Alexandre Ito (baixo), Kiko Continentino (piano), Lincoln Cheib (bateria), Ronaldo Silva (percussão) e Widor Santiago (sax e flauta). Zé Ibarra, vocalista da banda carioca Dônica, faz participação especial. O cenário tem a assinatura dos grafiteiros paulistas Os Gêmeos.

Destaque internacional sobre o disco

Um dos sites de maior influência na cena contemporânea, o Pitchfork, dos Estados Unidos, lançou recentemente um artigo ressaltando a qualidade musical do disco – que considera um dos mais ambiciosos da história da música brasileira – e lembra o contexto em que ele surgiu, em plena ditadura militar. “A música de Milton Nascimento vai do terreno ao angelical; e pode ser ao mesmo tempo misteriosa e franca, direta; assombrosa e sublime”, escreveu o jornalista norte-americano Andy Beat. Já o prestigiado crítico Jon Pareles do jornal The New York Times, após um concerto no badalado Lincoln Center, em Nova York, escreveu a seguinte frase: “Milton Nascimento, tesouro nacional”.

De acordo com Milton, “a turnê Clube da Esquina pretende trazer ao público um resgate dos grandes clássicos dos dois álbuns, com maior foco no primeiro disco. Inclusive, músicas que o público nunca escutou ao vivo”. “Eu nunca tinha pensando em fazer algo que juntasse os dois discos do Clube, mas agora me veio um sentimento de que era hora de fazer isso. E essa turnê Clube da Esquina com certeza vai ser um acontecimento muito mágico, mesmo, pra não dizer mais… Quero trazer uma ideia que possa unir as pessoas. E tenho certeza de que este será o meu projeto mais especial em todos estes anos”, revela Milton.

As vendas para o show desta quinta-feira (15) acontecem na Bilheteria Digital, localizada no Rio Poty Hotel (sem taxa), nos shoppings São Luís e Rio Anil, e na internet, pelo site www.bilheteriadigital.com. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (98) 99105-2004.

VER COMENTÁRIOS
COLUNAS E OPINIÃO
Concursos e Emprego
Polícia
Você, Gastrô!
Entretenimento e Cultura
Mais Notícias