FILME MARANHENSE

Odor, filme maranhense que retrata vida no lixão, estreia esse sábado

Odor foi produzido sem nenhum recurso e levantou uma equipe de profissionais que acredita na arte e no cinema

Reprodução

ODOR é um filme de ficção e drama produzido pela Mago Filmes. A história parece comum até você saber que foi escrita por uma menina de apenas 13 anos de idade. Apesar das adaptações feitas pela direção do filme, o roteiro seguiu à risca os detalhes da história criada por Enilde Marie.

Confira o trailer de Odor

É sabido que o sofrimento das crianças causam um grande impacto emocional no telespectador, mas a trama vai muito além desse apelo, ela levanta questões importantes e sérias dentro de uma sociedade que se cala, e que não quer ver. “Muito se fala em problemas na educação, abusos, problemas familiares, ideologias, pobrezas, mas pouco se fala do lixo, muito menos de quem vive nele”, desabafou um dos diretores e também cinegrafista, Thompson Borralho.

A trama de Odor embora seja uma ficção, baseia-se em fatos verídicos da vida de muitas pessoas que vivem no lixão. O filme conta o drama de duas irmãs abandonadas pela família e pela sociedade, rodeadas de lixo, pobreza e miséria. Como se não bastasse a luta e o sofrimento diário, uma delas enfrenta a doença, a dor e a fome, enquanto a outra luta contra o medo e a solidão.

Odor foi produzido sem nenhum recurso e levantou uma equipe de profissionais que acredita na arte e no cinema.

A estreia de Odor será nesse sábado (15), no Teatro Alcione Nazaré as 16h, no Centro Histórico Reviver.

FICHA TÉCNICA:

  • Título: “Odor”
  • Gênero: Ficção/Drama
  • Atrizes: Kauanny dos Santos, Gabriella Oliveira e Elza Gonçalves
  • Direção e Produção: Thompson Borralho, Emerson Sousa e Elder Canedo
  • Direção de Fotografia e Câmera: Thompson Borralho e Elder Canedo
  • Roteiro: Enilde Marie
  • Produção: Elza Gonçalves, Adriana Santos e Patrícia Borralho
  • Co-Produção: Cinemar e Studio Patrícia Borralho
  • Produção Executiva: Karen Barros
  • Direção de Arte: João Rabelo
  • Direção Musical: Aurélio Braga
  • Montagem e Edição: Emerson Sousa
VER COMENTÁRIOS
COLUNAS E OPINIÃO
Concursos e Emprego
Polícia
Você, Gastrô!
Entretenimento e Cultura
Mais Notícias