COMEMORAÇÃO

Dia do turista no Centro Histórico de São Luís

Os moradores da localidade visitada também são recebem essa classificação, são os chamados turistas locais ou internos

De chapéu (cor bege), óculos escuro, protetor solar (dependendo do local) e um mapa. Reconhece? Acertou quem disse turista. Mas deixando de lado esses estereótipos que já nem existem mais (ou pelo menos não deveria), isso foi só para dizer que hoje, 13 de junho, é comorado o dia do Turista!

Engana-se quem pensa que turista é somente aquele visitante que vem de uma outra cidade, estado ou país. Os moradores da localidade visitada também são recebem essa classificação, são os chamados turistas locais ou internos.

Exercer o turismo em qualquer lugar, além de adquirir experiências, conhecer uma cultura nova e de quebra eternizar momentos especiais com belas fotografias, é de grande importância para o incentivo da atividade econômica do local, com aumento da produção de bens e a geração de empregos.

Unindo o útil ao agradável, O Imparcial foi ao Centro Histórico de São Luís, que tem recebido centenas de pessoas diariamente ainda mais nesse período de festas juninas e grande ornamentação do espaço falar um pouco mais sobre esse personagem tão importante.

Para o diretor da Casa do Maranhão, Iguatemy Carvalho, “o turista representa uma formiguinha que vai levando a nossa cultura para fora, sem contar que o turismo interno também cresceu. Recebemos aqui na Casa diversos tipos de turistas, turismo de escola, pessoas aleatórias, alguém que vem tirar uma foto, contemplar o pôr do sol, que quer conhecer um pouco mais da cultura. Então ele vai, leva um piuco sobre a riqueza do estado para outras pessoas, e isso é gratificante~, informou Iguatemy.

De acordo com o paulista José Martins, artesão que há 30 anos mora no Maranhão conta que as vendas tem crescido significativamente e se sente feliz quando alguém leva uma peça da sua loja como representatividade do estado.

Nesse começo de mês, mês da nossa brincadeira o movimento aqui tem aumentado bastante, não só na procura pelo artesanato mas nas comidas típicas, nas brincadeiras, então a cidade fica mais cheia e melhora a economia local. E é gratificante, a admiração do nosso trabalho. E depois de passar pelo Centro Histórico acredito que os turistas devam sair daqui gratificados, pelos comentários eles gostam do estado, da receptividade do povo, e isso é fundamental para que cada vez mais a gente atraia mais turistas para cá

Visitando o Maranhão pela primeira vez, Vanda Martins, de Goiânia, enalteceu a receptividade dos maranhenses. ”Andando aqui pelo Centro e também lá em Barreirinhas onde fiz o passeio, as pessoas me receberam muito bem, super gentis e atenciosas; a ornamentação junina aqui no Cento Histórico está muito boa, e em um lugar turístico como esse é importante que haja preservação”, relata Vanda

VER COMENTÁRIOS
COLUNAS E OPINIÃO
Concursos e Emprego
Polícia
Você, Gastrô!
Entretenimento e Cultura
Mais Notícias