SÃO JOÃO

Boi de Morros realiza o batizado para temporada junina

Após apresentar no último dia 24 na Noite da Indumentária os novos figurinos para o São João deste ano, o batalhão da Região do Munin faz uma grande festa na cidade que deu nome a manifestação

Reprodução

Um dos grupos folclóricos mais requisitados do Maranhão, o bumba boi de Morros dá a largada para a sua programação do São João 2019 com uma grande festa de batizado neste sábado (01), às 21h no bairro Butiquim, na cidade de Morros, que dá nome a brincadeira. O Boi de Morros no ano de 2019 traz o tema: “Pois n’ele vivemos, nos movemos e existimos”. Este ano, o ritual de batismo do Boi de Morros, contará com o show da banda Swingue Tribauê  e a presença da Influencer Digital Thaynara Og, embaixadora da cultura maranhense.  

No último dia 24 de maio, a brincadeira realizou na Associação do Ministério Público do Maranhão mais uma edição da Noite da Indumentária do Boi de Morros, onde foram apresentadas os novos figurinos para a temporada junina  deste ano que contou com a participação dos artistas maranhenses: Gabriel Melônio, do cantador Ribinha do Boi de Maracanã, do cantador Marquinhos do boi da Maioba, Chagas do bumba boi de Ribamar e Inácio Pinheiro da Cia Barrica .

Saiba como virão os personagens do Boi de Morros

Os personagens que fazem parte do auto do bumba meu boi apresentaram durante o desfile os figurinos que foram idealizados especialmente para o período.

Cacique

Cacique – De acordo com a organização, o cacique representa o Deus do movimento, em que só através dele, o homem pode reagir, viver e existir. O figurino do personagem vem nas cores branco e preto com variações de laranja e dourado e também já estão prontos para arrebentar nesse São João!

Índia guerreira

Índias guerreiras – Já as índias guerreiras representam a Deusa Lua, a Deusa Jaci. A deusa protetora de toda a vida, das plantas, dos amantes e da reprodução da vida. O batalhão das índias virão esta temporada em tons de branco, vermelho e preto, com variações em dourado. Já as cunhatãs que representam a pureza da vida, a perfeição de Deus que nos criou como seu semelhante apresentam-se  em tons de branco e dourado.

Índias potira

Índias potiras – Representando a vida e a força da espiritualidade indígena e cristã, as índias potiras virão para a temporada junina em tons de preto e lilás, com variações de laranja, dourado e branco, trazendo toda sua beleza e graciosidade para encantar a todos nas festanças juninas do Maranhão.

Índio guerreiro

Guerreiros – O batalhão dos guerreiros  representarão o Deus indígena Guaraci, o Deus da vida, que é compreendido como aquele que da a vida é criador de todos os seres vivos. Os índios guerreiros vem em tons de vermelho, preto e branco, com variações de laranja.

Índio tamoio

Tamoios – Para este ano, os tamoios que representam a existência da vida, a imagem semelhante do filho de Deus virão em tons de preto, branco, lilás e laranja. Vestidos nos tons da cor lilás, os vaqueiros campeadores virão representando a vida sendo vivenciada com respeito, espiritualidade, dignidade e devoção ao nosso Deus. Pois com ele, vivemos no caminho da salvação.

Vaqueiro campeador

Vaqueiros campeadores – Com o bailado de suas fitas, nossos lindos vaqueiros e vaqueiras de fitas vem representando o movimento, o poder da ação de anunciar a todos povos que existe um Deus vivo, que é pai, filho e Espírito Santo. São responsáveis por anunciar e pregar as boas novas a respeito de Jesus e da ressurreição. O  batalhão virá nas cores prata, preto e branco, em tons de dourado e laranja.

Vaqueira campeadora

Sobre o Boi de Morros

O Bumba Meu Boi de Morros foi fruto de um projeto educativo da Escola Normal Monsenhor Bacellar, no município de Morros, idealizado pela professora Maria Marlene Ferreira, em 1976. O Boi recebeu em seu primeiro ano o nome de Alegria dos Estudantes e seu sucesso durou três anos. Preocupada com o fim da brincadeira, seu sogro, conhecido da região por “Zuza”, juntamente com a sua esposa Maria Izabel Muniz Lobato, reiniciaram o grupo no bairro do Butiquim, em Morros. A apresentação que iniciou com cerca de 70 brincantes, hoje comporta um grupo com 160 participantes, se apresentando no Maranhão afora.

VER COMENTÁRIOS
Concursos e Emprego
Polícia
Você, Gastrô!
Entretenimento e Cultura
Mais Notícias