ESPORTE

Vila Palmeira sedia Torneio de Street Basketball

Principal objetivo da competição é valorizar o esporte local, bem como, incentivar e unir nossa juventude para as práticas de atividades desportivas.

Reprodução

Os apaixonados pelo Streetball, que é uma variação do basquete jogado geralmente em quadras abertas terão a oportunidade de apreciar a modalidade esportiva em São Luís. Acontece neste sábado (27), o I Torneio de Street Basketball da Vila Palmeira será realizado, a partir das 16h, na Praça do Cema/Detran, espaço foi escolhido pelos esportistas do bairro.

Segundo Natan e “Foca”, organizadores do evento, afirmaram que o principal objetivo da competição é valorizar o esporte local, bem como, incentivar e unir nossa juventude para as práticas de atividades desportivas. “Todos os times são da Vila Palmeira, apenas um é do bairro da Divinéia. A ideia é promover a interação com os jovens da nossa comunidade. A prática é conhecida popularmente como “basquete de rua”, é bastante praticado aqui no bairro. E com o torneio estamos dando mais visibilidade para os novos talentos que estão surgindo”, disse Natan acrescentando que caso chova, a data do torneio será alterada.

Foca  explicou que o basquete de rua dá ao jogador a liberdade de se expressar, ou seja, de criar e improvisar jogadas. Ele lembra que o streetball é a continuação do basquete de quadra, onde são valorizadas, principalmente, a habilidade e criatividade de cada atleta, ou seja, a altura não é fator indispensável, e sim a habilidade técnica e de improvisação de cada atleta. “Com regras menos rígidas do que o basquete de quadra, o basquete de rua pode ser jogado com qualquer tipo de formação; desde o um contra um até o 5 contra 5. No entanto, entre as disputas mais comuns está o 3 contra 3, que é o torneio mais conhecido no Brasil”, pontuou Natan.

A equipe vencedora terá direito: medalhas, troféu e uma importância no valor de R$ 200 e o segundo colocado terá direito medalhas coloração prata. Organizador do torneio ressaltou ainda a O Imparcial, que a intenção é também fazer um trabalho socioeducativo para evitar que os jovens com a marginalidade. Assim como nos demais  rachas ou peladas de basquete que são jogados em praças ou em ruas de qualquer cidade do país, que sempre embaladas pelo som do rap, no torneio da Vila Palmeira também terão como trilha sonora grupos de hip hop da ilha.

VER COMENTÁRIOS
COLUNAS E OPINIÃO
Concursos e Emprego
Polícia
Você, Gastrô!
Entretenimento e Cultura
Mais Notícias