CARNAVAL DE TODOS

Acessibilidade é uma das marcas do Carnaval de Todos 2019

O Governo do Maranhão incluiu recursos de acessibilidade em dois dos maiores circuitos de carnaval do estado, o da Avenida Beira-Mar e do Ceprama.

Acessibilidade no Carnaval de Todos


Desde 2015, o Carnaval do Maranhão traz como proposta a festa de todos, feita por todos e para todos. Neste ano, a folia momesca na capital maranhense ganhou mais alguns ingredientes para consolidar esse propósito: a acessibilidade, garantindo uma festa democrática e maior inclusão das pessoas com deficiência.

O Governo do Maranhão, por meio da Secretaria de Estado de Cultura, em parceria com o Comitê de Políticas de Inclusão das Pessoas com Deficiência, incluiu recursos de acessibilidade em dois dos maiores circuitos de carnaval do estado, o da Avenida Beira-Mar e do Ceprama, que atraem multidões de foliões em todo o período carnavalesco.

“Para realizar uma festa de fato de todos e para todos, entendemos a importância de fazer um carnaval cada vez mais inclusivo e estabelecemos essa parceria com a o Comitê de Políticas de Inclusão das Pessoas com Deficiência. Ouvimos todas as demandas e atendemos tudo o que foi possível. É com muita alegria que recebemos todos os públicos no Carnaval do Maranhão”, destacou o secretário Diego Galdino.

No circuito Beira-Mar estão disponibilizados banheiros com acessibilidade mais próximos das apresentações, uma tenda exclusiva para cadeirantes e seus acompanhantes, assentos reservados para pessoas com deficiência nas arquibancadas em frente ao palco principal, sinalização e vinhetas para locução, e a grande novidade: o intérprete de libras em todas as apresentações.

No Ceprama, além de espaço reservado para pessoas com deficiência, foram instalados banheiros adaptados e as apresentações também contam com intérprete de libras, facilitando a participação de pessoas com deficiência auditiva.

“Estou muito feliz com esse espaço aqui no Carnaval, ter acessibilidade na cultura é muito bom e ajuda a sociedade a nos ver de outra forma, é um sinal de dias melhores”, afirmou a cadeirante Lenina Monteiro, que esteve no segundo dia de folia carnavalesca no Ceprama.

Faz parte ainda das medidas de inclusão a sensibilização das equipes que estão trabalhando durante o evento, as peças de divulgação nas redes sociais para informar ao público que estes serviços estão disponíveis.

VER COMENTÁRIOS
COLUNAS E OPINIÃO
Concursos e Emprego
Polícia
Você, Gastrô!
Entretenimento e Cultura
Mais Notícias