FOLIA

Baile do Cabelo Crespo será abre alas do Carnaval Ludovicense

Em versão carnavalesca, evento promove mistura de ritmos negros para agitar a capital ludovicense

Preparado para uma festa cheia de estilo, muita dança e música negra? É o que oferece o Baile do Cabelo Crespo em pleno Carnaval 2019. Em sua segunda edição, a atração conta com reggae, reggaeton, salsa, merengue, cumbia, calipso, dub, disco, samba rock e de raiz, brasilidades, e entre outros.

O repertório diverso vai ser conduzido pelos DJs Nega Glícia, Carol Vieira, Pedro Sobrinho e Pedro Dreadlock no dia 25 de janeiro, no Grand São Luís Hotel, no centro da capital ludovicense.

“Esta versão do baile será momesca. Será o abre alas do Carnaval Ludovicense. É vestir sua fantasia e vir mostrar toda brasilidade sarará crioula com muita criatividade”, diz o jornalista e DJ Pedro Sobrinho. Para ele, o Baile do Cabelo Crespo é celebrar as diferenças como um ato político. “Queremos misturar as pessoas”, completa.

A DJ Carol Vieira, estreante na festa, diz estar ansiosa. “Tocar no baile representa uma quebra de paradigmas. Esta é a melhor época pra gente se mostrar do jeito que quiser, no Carnaval. Estou a fim que chegue o momento do baile. Convido a todos para ser quem bem entender”, diz a artista.

Conheça os DJs

Nega Glícia – Há onze anos como DJ, Nega Glícia é considerada como “a dama da discotecagem do Reggae em São Luís”. Ela marca presença mais uma vez no Baile e traz toda sua vivência com o fino do roots reggae.

Carol Vieira – É uma DJ nervosa tocando hits babados que vão do indie ao rock. Pela primeira vez participa da festa, quebrando paradigmas, legitimando que a música do baile é preta, mas a alma não tem cor.

Pedro Sobrinho – Com seu trabalho de pesquisa, gosta de mapear musicalmente o mundo e deixar a sensibilidade à flor da pele. Com 24 anos de discotecagem, já tocou em Fortaleza (CE), Brasília (DF), Rio de Janeiro (RJ), São Paulo (SP) entre outros.

Pedro Dreadlock – Pedro Dreadlock tem projetos autorais e está na cena local há mais de 15 anos. Promete fazer um apanhado de grandes nomes do jazz, soul e nacional em seu setlist.

Origem

Baseado no Baile de Charme da Feira do Lavradio na Lapa, no Rio de Janeiro, a primeira edição do Baile do Cabelo Crespo foi realizado em março de 2018, na Galeria Espaço Chão, na Praia Grande, no Centro Histórico de São Luís.

O desejo de quem faz o baile é ocupar espaços fechados e públicos, agregando os amantes da música e estética negra. A ideia é legitimar que a aceitação do cabelo afro influencia na construção da autoestima, na identidade e representatividade das pessoas.

Segundo organizadores, o uso do cabelo crespo “não é moda, não é tendência, nem vai passar. É um ato político, um ato de ocupação, e convergência com o diferente”.

Serviço

O QUÊ: Baile do Cabelo Crespo

QUANDO: 25 de Janeiro de 2019

ONDE: Rias Restaurante – Grand São Luís Hotel, localizado na avenida Dom Pedro II, nº 299, no Centro Histórico de São Luís

HORÁRIO: 20h

LINE UP: DJs Nega Glícia, Carol Vieira, Pedro Sobrinho e Pedro Dreadlock

INGRESSOS: R$ 40,00 à venda nas Lojas Santê no Shopping da Ilha e Rias Restaurante

VER COMENTÁRIOS
COLUNAS E OPINIÃO
Concursos e Emprego
Polícia
Você, Gastrô!
Entretenimento e Cultura
Mais Notícias