DESIGUALDADE

Maranhão está entre os dez Estados com menor disparidade salarial entre homens e mulheres

No Brasil, em média, homens recebem mais de 20% do que mulheres em empregos formais; região Nordeste tem as menores diferenças do país

(Foto: Pixabay/Creative Commons)

O Maranhão figura na oitava posição da lista de estados com menor diferença entre salários de homens e mulheres em empregos formais. Enquanto a média nacional chega a marca de 22,6% na diferença de remuneração entre sexos, o estado do Maranhão marca 16,5% e fica na frente de São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Espírito Santo e todos os estados da região Sul e Centro-Oeste.

Os dados foram extraídos da Síntese de Indicadores Sociais 2018 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE).

Enquanto os homens ganham em média R$ 2.042, as mulheres maranhenses chegam a receber até R$ 1.706, uma diferença de mais de 330 reais. No estado de São Paulo, por exemplo, embora o nível de renda seja mais elevado, essa diferença chega a R$ 899.

Apesar de estados como Amazonas (29%) e Bahia (24,5%), as regiões Norte e Nordeste apresentam os índices mais baixos de disparidade salarial entre os sexos – o Amapá, por sinal, é o único estado onde as mulheres ganham mais que os homens, cerca de 3%.

Regiões mais ricas como Sul e Sudeste, com taxas médias de diferença salarial de 22,2% e 24,7%, respectivamente, ajudam a manter essa desigualdade entre homens e mulheres.

VER COMENTÁRIOS
COLUNAS E OPINIÃO
Concursos e Emprego
Polícia
Você, Gastrô!
Entretenimento e Cultura
Mais Notícias