Réveillon de Todos

Como foi o show de Zeca Baleiro na Litorânea

O terceiro dia do Réveillon de Todos foi uma grande festa à cultura maranhense, ao som de Zeca Baleiro e Criolina, público cantou sucessos que celebram o Nordeste, o Maranhão e as riquezas locais

Zeca Baleiro cantou sucessos da carreira. (Foto: Handson Chagas)

Promovido pelo Governo do Estado por meio da Secretaria de Cultura e Turismo (Sectur), o terceiro dia da programação do Réveillon de Todos contou com a parceria do Festival BR-135, quer trouxeram Zeca Baleiro novamente para São Luís, após o show do cantor ludovicense ser cancelado em novembro por conta de uma forte chuva.

“Em primeiro lugar é uma redenção, por conta daquele show que não aconteceu e é também uma celebração das histórias aqui, dos personagens aqui, no final do ano o brasileiro está muito preocupado, mas nós vamos conseguir, somos guerreiros, mas sobretudo para a arte”, afirmou o cantor, que se também se apresentará na posse do novo Governo.

Flávio Dino, governador do Maranhão, comentou sobre o festival. “Nós estamos investindo cada vez na economia criativa, acreditamos que esse é um caminho de geração de emprego, renda e desenvolvimento, esse Réveillon é uma síntese de tudo isso, e temos agora a ocupação completa da rede hoteleira de São Luís, o que mostra que a cultura é um dos principais traços de identidade do Maranhão e atrativo turístico”, destacou.

Organizadores do BR-135, a dupla Criolina, formada por Alê Muniz e Luciana Simões, falaram da importância do apoio do Estado às manifestações culturais. “Vivemos em uma época em que é até pecado um governante falar em apoio à cultura, por isso é muito bom viver esse momento de parceria com o governo aqui no Maranhão”, destacou Alê Muniz.

“Dá orgulho hoje trabalhar no Maranhão, fazer cultura no Maranhão”, completou Luciana.

Apresentações

Já na abertura, o Dj A Lenda Brother deu o tom dos shows seguintes. Com muita música brasileira, o set aqueceu o público para os sucessos da dupla Criolina e também do cantor Zeca Baleiro.

A aposentada Deura Maria de Matos Félix aproveitou os shows com a família. Ela, que mora em Paço do Lumiar e todos os anos comparece às festividades realizadas na Avenida Litorânea, elogiou a organização e tranquilidade do evento. “Está ótimo, tô aqui sentadinha, com a família, perto do palco, assim que eu gosto”, falou.

Amigo da dona Deura, o visitante de Belém do Pará, Mauro Meneses ficou surpreso com a programação do evento e as mudanças na cidade que visitou há dois anos. “O nível da programação é excelente e nós estamos aqui por isso, por causa da programação. Vim aqui há dois anos, e este ano escolhi vir no Réveillon porque soube dos programas do final de ano, então vim para curtir, aproveitar”.

No palco, Alê Muniz e Luciana Simões não economizaram nos sucessos Eu Vi Maré Encher, Quebra Pote, Pare Que Eu Sigo a Pé e Down Down. Também apresentaram o novo hit, Latinoamericano. “Tocar na rua é sempre muito bom para a gente. Estar mais perto do público e poder fazer da música um meio de diversão, união, mas também fazer refletir. E esse é o espaço ideal”, destacou Alê Muniz.

Aos 20 anos de carreira e consolidado no cenário nacional, Zeca Baleiro também revisitou sucessos como Salão de Beleza, Telegrama, Meu Amor Minha Flor Minha Menina e Babylon.

PROGRAMAÇÃO COMPLETA:

O Réveillon de Todos vai até a próxima terça-feira (1), e terá como destaque o show de Raça Negra na noite da virada, entre outras atrações:

  • Dia 30 / Domingo

Madre Deus / Ceprama

Cortejo (Concentração a partir das 16h30 no Beco do Gavião)

Tribo Curumim

Fuzileiros da Fuzarca

Bloco Akomabu

Escola Marambaia do Samba

Palco do Ceprama

19h – Bloco Jegue Folia

20h – Bloco Lamparina

20h45 – Bloco Bota pra Moer com Criolina

21h30 – Bloco Bittencá e Acolá com Flávia Bittencourt

22h15 – Bloco Samba, cerveja e Argumento

Pôr do Sol – Forte Santo Antônio

17h30 – Grupo de Choro Regional Deu Branco

Próxima »1 / 3
VER COMENTÁRIOS
COLUNAS E OPINIÃO
Concursos e Emprego
Polícia
Você, Gastrô!
Entretenimento e Cultura
Mais Notícias