CORONAVÍRUS

No Maranhão

568
353095
309592
10120
COMEMORAÇÃO

São Luís vai ganhar Espaço da Ciência

Local tem o propósito de tornar a ciência um bem popular, para isso será assinado um convênio para implantação do espaço.

Foto: reprodução

Nada mais significativo do que no dia da ciência, que é comemorado neste dia 8, São Luís dê um grande passo para ganhar um local específico de integração entre o que é produzindo cientificamente e a sociedade.

O Espaço da Ciência e do Firmamento – Planetário e Teatro Digital da Universidade Federal do Maranhão, quando concluído, tem o propósito de ser um dos grandes veículos de Divulgação Científica do Brasil, em um local composto de auditórios, salão de exposição, laboratório, lanchonete, loja de souvenires, além de um grande terraço de observação de astros por meio de lentes e a olho nu, e uma grande cúpula de projeção, proporcionando a integração entre o conhecimento científico produzido na UFMA, no Brasil e Mundo, com o objetivo de tornar a “Ciência um bem popular”.

O convênio da UFMA com a Prefeitura de São Luís será assinado nesta quinta-feira, data em que se comemora o Dia Nacional da Ciência e o Dia Nacional do Pesquisador Científico, com uma programação especial na cúpula.

“Teremos uma mostra científica compostas de um planetário e vários experimentos, incentivando a população, em especial, os mais jovens, que o fazer científico é muito importante para o desenvolvimento do país, além de ser um espaço de divulgação e popularização da ciência local e das pesquisas científicas produzidas dentro dos campus da UFMA. Estamos motivados a transformar a ciência em um bem popular, assim como é o bumba-meu-boi, para os maranhenses, e o futebol, para o povo brasileiro”, revelou Antônio Oliveira, professor do Departamento de Física e coordenador do Centro.

A cúpula foi lançada na gestão anterior do reitor Natalino Salgado e a sua construção foi retomada em março de 2020, na gestão atual.

“O nosso desejo é ter um planetário para desenvolver pesquisas e, também, despertar o universo das ciências na comunidade, principalmente, nas crianças e jovens. Assim, estamos buscando recursos para que, no próximo ano, esteja totalmente construído, mas, com os espaços que foram entregues, já dá para iniciar as atividades, mostrando que a universidade é um espaço vivo da ciência e que o nosso Planetário se projeta como uma ferramenta difusora das ações e trabalhos científicos para a sociedade”, relatou o reitor.

Foto: reprodução

Para criação do Espaço, estão sendo firmadas parcerias com órgãos governamentais federal, estadual e municipal, de fomento à pesquisa, iniciativa privada. Segundo Oliveira, o objetivo é evidenciar o esforço institucional na promoção da educação científica.

“Para que o Maranhão modifique os índices socialmente injustos, representando uma pequena etapa entre uma sequência de outras etapas, para atingir o grande público, em especial aos mais jovens, com programa de educação e formação de cientistas no estado do Maranhão”, disse.

O esperado é que a sociedade possa se aproximar mais do trabalho que é feito pela comunidade científica. “O resultado mais esperado pela equipe da UFMA é ver, no futuro, o Espaço da Ciência e do Firmamento uma referência na área de divulgação e popularização da ciência em nosso país, de forma multidisciplinar visando única e exclusivamente a importância da ciência para o desenvolvimento da humanidade”, disse Oliveira.

O Espaço já está, segundo o professor, com 99% dos trabalhos concluídos e vários equipamentos já à disposição. Quando for possível abrir ao público, o espaço promete ser também mais um local de visitação turística, não só científica, mas de todos os que desejam saber um pouco mais sobre universo da ciência.

VER COMENTÁRIOS
Esportes
Entretenimento e Cultura
Concursos e Emprego
Polícia
Mais Notícias