CORONAVÍRUS

No Maranhão

4491
166580
157198
3632
MEDIDAS

Retorno das aulas continua mantido para o mês de agosto, diz Flávio Dino

O governador falou que tem acompanhado a preocupação das famílias sobre o reinício das aulas presenciais, mas que a data continua mantida

Governador anunciou a medida durante coletiva de imprensa. Foto: Divulgação

O governador do Maranhão Flávio Dino realizou uma entrevista coletiva de forma remota na manhã desta sexta-feira (10) para anunciar novas medidas de combate ao novo coronavírus no estado.

O governador informou que a intenção é manter ainda a situação de estabilidade da doença, mas faz um alerta para que a população não descuide das regras sanitárias, para que não seja necessária a edição de novas restrições no estado.

“Precisamos reforçar a vigilância quanto ao cumprimento das medidas sanitárias que são obrigatórias, para que não haja nenhum passo atrás nessa compatibilidade entre um certo nível de compatibilidade econômica e proteção à saúde da população”, informou Dino.

O governador informou ainda que as regras devem manter um “quandro congelado”” até o mês de agosto. “Nós vamos manter o estágio atual. Provavelmente até o final de agosto. Essa é a nossa previsão. Se o alerta resultar em crescimento como alguns costumam prever teremos mais restrições como outros estados tem adotado. Não acredito que isso seja necessário. Mas estamos nessa posição exatamente de alerta e, portanto, com um quadro congelado”. 

Aulas

O governador falou que tem acompanhado a preocupação das famílias sobre o reinício das aulas presenciais, que está previsto para o mês de agosto.

Flávio Dino pediu que pais e responsáveis procurem as direções das instituições para tendo como base os indicadores sanitários para definir possivelmente uma nova data. Contudo, o governador falou que a data continua mantida e até o fim de julho deve anunciar a decisão final.

Quanto a realização de testes no retorno às aulas, o governador afirmou que o Secretário Estadual de Saúde, Carlos Lula, está buscando junto ao Ministério da Saúde aquisição de novos testes, além de anestésicos e outros insumos.

“Estamos buscando aquisição centralizada de mais testes. Os que já temos testes estão sendo aplicados no serviço público para proteger os servidores, suas famílias e os usuários. E essa é uma tendência, caso haja a retomada da aulas, que esse processo de testagem vá para as escolas e com isso consigamos ter o máximo de prevenção possível”, afirmou.

Atendimento redirecionado

Ainda durante a coletiva, o governador informou que de acordo com os dados epidemiológicos do estado, pacientes diagnosticados com o novo coronavírus devem ser direcionados para hospitais especializados no tratamento da doença.

Segundo o governador, a ação deve ocorrer de forma gradual, mas a tendência é que sejam unidades “100% Covid”.

Coronavírus no Maranhão

Segundo informações do boletim epidemiológico, divulgado nesta quinta-feira (9), pela Secretária de Saúde do Maranhão (SES), o estado tem 95.323 casos confirmados de coronavírus e 2.357 óbitos.

Nas últimas 24h, foram registrados 33 novas mortes e 2.384 casos de Covid-19. O interior do estado contabilizou 2.216 novos casos, Imperatriz registrou 59 e a Ilha de São Luís teve 109.

Também segundo o boletim, dos mais de 95 mil casos confirmados, 19.119 ainda estão ativos. Desses, 18.325 estão em isolamento domiciliar, 458 internados em enfermaria e 336 em leitos de UTI.

VER COMENTÁRIOS
Concursos e Emprego
Gastronomia
Entretenimento e Cultura
Checamos
Polícia
Mais Notícias