CORONAVÍRUS

No Maranhão

4802
163802
154438
3601
SAÚDE

Maranhão recebe doação de mais de R$ 5 milhões para combate à pandemia de covid-19

Na próxima semana, devem ser divulgados editais para a compra de equipamentos e contratação de serviços

Foto: Divulgação

Na manhã desta quinta-feira (23), o governador do Maranhão Flávio Dino, durante uma coletiva de imprensa, anunciou o recebimento de uma doação de 1 milhão de dólares, ou R$ 5,3 milhões de reais feita pela rede internacional de filantropia Open Society Foundations, para auxiliar no combate à pandemia do novo coronavírus no estado.

Durante a entrevista, o governador informou que uma parte da doação será direcionada para a compra de medicamentos destinados ao tratamento do novo coronavírus e aquisição de equipamentos – serão aproximadamente 4 mil itens para equipar Unidades de Terapia Intensivas (UTI’s). O governador anunciou, ainda, que uma parte desse valor será direcionado para o tratamento de crianças.

A iniciativa permitirá a aquisição de medicamentos de cinco diferentes tipos; mais de 3 mil equipamentos médicos, como oxímetros, eletrocardiógrafos, nebulizadores, máscaras de oxigênio e desfibriladores; e de 550 itens de mobiliário hospitalar.

A doação também será utilizada para incentivar a agricultura familiar, que beneficia aproximadamente 75 mil famílias no estado. Para isso, cerca de 30 mil cestas básicas serão montadas com itens de produtores regionais, com o intuito de auxiliar financeiramente estas famílias.

Produção de máscaras 

Além disso, a doação vai permitir a confecção e distribuição de máscaras de proteção. As ações de fabricação e doação de máscaras caseiras também devem continuar, visto que o projeto tem garantido renda para costureiros e costureiras no Maranhão, e novos editais para a aquisição de produtos e serviços serão lançados em breve pelo Governo do Maranhão.

A confecção artesanal por costureiras e costureiros do Maranhão de 500 mil máscaras e a distribuição do item de proteção nos pontos de ônibus integram o conjunto de ações oferecido pela organização.

“Além das ações sanitárias, a doação é destinada a ações sociais e econômicas, são benefícios que se multiplicam. Doaremos cestas básicas com produtos oriundos da Agricultura Familiar do Maranhão. Serão cerca de 30 mil cestas básicas entregues a municípios de baixa renda. A nossa prioridade será adquirir esses produtos  das comunidades quilombolas para incentivar ainda mais a produção da agricultura familiar maranhense”, disse o governador.

O diretor da Open Society Foundation para a América Latina e Caribe, Pedro Abramovay, explicou quais critérios foram utilizados para a escolha do Maranhão para receber o benefício. Segundo ele, o estado foi escolhido por conta da gravidade na região em relação ao novo coronavírus e por conta dos feitos políticos em combate à pandemia, que ajudam a população a olhar para o futuro.

“Nossa atuação tem a missão de apoiar aqueles que estão às margens da sociedade. Assim, estamos auxiliando diretamente o poder público para que possa enfrentar a crise olhando para os mais vulneráveis, nos mantendo fiéis a nossos valores e objetivos. Com esse investimento, podemos fazer grande diferença no cuidado a essa população vulnerável, especialmente da Região Amazônica”, afirma. 

Flávio Dino aproveitou a oportunidade para relembrar outras doações que o Maranhão já recebeu, pontuando as recebidas por empresas maranhenses, que ajudaram na aquisição de respiradores e EPI’s. O estado também recebeu doações de produtos de limpeza e higiene do Instituto Natura e também da Embaixada dos Estados Unidos, sendo que estes devem chegar ao Maranhão no mês de agosto.

O governador ainda informou que na próxima semana devem ser divulgados os editais para a compra dos equipamentos e contratação de serviços.

VER COMENTÁRIOS
Concursos e Emprego
Gastronomia
Entretenimento e Cultura
Checamos
Polícia