CORONAVÍRUS

No Maranhão

5088
80451
61093
2048
REABERTURA

Lençóis Maranhenses volta a receber visitas a partir de hoje; veja regras que devem ser seguidas

A reabertura da unidade de conservação precisará respeitar as medidas de prevenção

Reprodução

O Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses voltará a abrir para visitação pública a partir de quarta-feira (01), de acordo com a portaria 752 que prevê a reabertura da unidade. A decisão foi tomada pelo Ministério do Meio Ambiente em parceria Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade.

A reabertura para visitação das unidades de conservação nos Lençóis Maranhenses precisarão respeitar as medidas de prevenção, como: distanciamento de 2 metros, uso obrigatório de proteção facial e álcool 70% e produtos de higiene disponíveis.

Os ambiente precisam promover frequente limpeza e desinfecção dos ambientes, além de mante-los bem ventilados. Os jornais, revistas, panfletos e livros de comum acesso precisarão ser removidos.

Os transportes terrestres e aquaviário, ao final de cada viagem, deverão promover a limpeza e desinfecção dos veículos, além de respeitar a capacidade de transporte de cada tipo de veículo e evitar superlotação e/ou aglomeração.

O número de visitantes da unidade de conservação deverá ser reduzido até o limite de 55% (cinquenta e cinco por cento) de sua capacidade de público e manter o distanciamento mínimo de 2 metros entre pessoas, sofás, mesas, cadeiras e bancos.

Confira outras regras do protocolos de segurança específico para as visitações nas unidades de conservação:

  • Os equipamentos de proteção individual (EPI’s), não poderão ser compartilhados sem higienização necessária;
  • estimular e priorizar a venda on-line ou organizar a fila para que se respeite o espaço de 2m;
  • máquinas de débito e crédito desinfetadas e com proteção;
  • proceder a higienização e desinfecção de objetos (inclusive cardápios) e superfícies comuns, como as mesas e cadeiras após cada utilização;
  • observar as determinações estabelecidas nos normativos do estado ou município que se encontra localizada a unidade de conservação;
  • Os visitantes deverão ser orientados quanto ao cumprimento das restrições impostas e receber informações referentes aos atrativos disponíveis no parque;
  • A visitação nos locais de posse de moradores tradicionais que ofereçam hospedagem, alimentação ou outros serviços, somente poderá ocorrer mediante consulta e autorização expressa dos mesmos;
  • Os casos omissos serão resolvidos pela Coordenação Geral de Uso Público e Negócios – CGEUP.
VER COMENTÁRIOS
Concursos e Emprego
Notícia Boa
Checamos
Polícia
Gastronomia
Entretenimento e Cultura
Mais Notícias