CORONAVÍRUS

No Maranhão

5078
168913
159532
3674
BENEFÍCIO

Auxílio emergencial: Governo quer realizar pagamento em 4 parcelas

Cronograma de pagamento das novas parcelas já está pronto, mas depende da autorização do ministro Paulo Guedes para ser anunciado

(foto: Agência Brasil/Divulgação)

Na tarde desta terça-feira (30), o ministro da Economia, Paulo Guedes, anunciou a prorrogação por dois meses do auxílio emergencial durante cerimônia no Palácio do Planalto. A proposta é que sejam pagas mais quatro parcelas, que somarão R$ 600 por mês, totalizando R$ 1,2 mil.

Na cerimônia, Bolsonaro assinou um decreto sobre a prorrogação do pagamento. O auxílio está sendo pago aos desempregados, trabalhadores sem carteira assinada, autônomos e MEIs por causa da pandemia do novo coronavírus (covid-19).

Segundo o ministro, o pagamento deverá ser feito da seguinte forma:

  • R$ 500 no início do mês;
  • R$ 100 no fim do mês;
  • R$ 300 no início do mês;
  • R$ 300 no fim do mês.

De acordo com o presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, o cronograma de pagamento das novas parcelas já está pronto e será divulgado após autorização do ministro Paulo Guedes.

VER COMENTÁRIOS
Concursos e Emprego
Gastronomia
Entretenimento e Cultura
Checamos
Polícia
Mais Notícias