CORONAVÍRUS

No Maranhão

800
58859
33561
1436

10 perguntas e respostas sobre o seu 13º salário

Consiste no pagamento de um salário extra ao trabalhador no final de cada ano

Reprodução

1 – O empregador pode pagar integralmente o 13º salário no dia 20?

Não. Não existe previsão legal para este pagamento. É determinado pela legislação que entre os meses de fevereiro e novembro de cada ano o empregador deveria pagar, a título de adiantamento do 13º a metade do salário recebido pelo empregado no mês anterior, sendo a outra metade obrigatoriamente paga em dezembro. Desta forma, o décimo terceiro salário deverá ser pago em duas parcelas, a primeira até 30/11 e a segunda até 20/12.

2 – Quais empregados tem direito ao benefício?

a) Empregados, regido pela CLT.
b) Trabalhadores Rurais, inclusive Safrista.
c) Trabalhador avulso.
d) Empregados domésticos.

Leia também: Saiba quem tem direito de receber o 13° salário

3- Autônomos tem direito?

Considera-se empregado toda pessoa física que prestar serviços de natureza não eventual a empregador, sob a dependência deste e mediante salário. Por tanto, autônomo não faz jus a recebimento de 13º salário.

4- Terá incidência de INSS e FGTS?

a) INSS – Não haverá incidência do INSS na 1ª parcela do 13º salário, porém, haverá incidência sobre ambas as parcelas, quando do pagamento da 2ª parcela.
b) FGTS – Incide na 1ª e 2ª parcela.

5- Quem está recebendo auxílio-doença é pago 13º pela empresa?

Não, o abono anual será calculado no que couber, da mesma forma que a gratificação natalina dos trabalhadores, tendo por base o valor da renda mensal do benefício do mês de dezembro de cada ano.

6- Como será feita a média das parcelas variáveis para o pagamento da 1ª parcela?

Para o pagamento da 1ª parcela de 13° aos empregados que percebem salários variáveis (horista, comissionista, horas extras, adicional noturno) deve ser calculada a média até o mês anterior ao pagamento da respectiva parcela.

7- Quanto o empregado deve trabalhar no mês para ter direito a 1/12 anos do 13º?

Por mês de serviço do ano correspondente, sendo que a fração igual ou superior a 15 dias de trabalho será havida como mês integral, para a finalidade de gerar 1/12 avos de direito de décimo terceiro salário.

8 – Quais as parcelas que não integram a base de cálculo do 13º?

As importâncias, ainda que habituais, pagas a título de ajuda de custo, auxílio-alimentação, vedado seu pagamento em dinheiro, diárias para viagem, prêmios e abonos não integram a remuneração do empregado, não se incorporam ao contrato de trabalho e não constituem base de incidência de qualquer encargo trabalhista e previdenciário.

Nesse sentido, com a Reforma Trabalhista, deixam de incorporar ao salário do empregado as seguintes parcelas, a saber:

a) ajuda de custo;
b) auxílio-alimentação;
c) diárias para viagem;
d) prêmios;
e) abonos.

9 – Como é feita a contagem dos avos para o pagamento do 13º salário?

A contagem dos avos será de 1/12 da remuneração, por mês de trabalho ou fração superior a 15 dias dentro do próprio mês.

10 – Devo considerar o avo de dezembro para base de cálculo do adiantamento do 13º salário?

Sim, caso o empregado seja demitido, a empresa poderá fazer o desconto na rescisão.

VER COMENTÁRIOS
Concursos e Emprego
Notícia Boa
Checamos
Polícia
Gastronomia
Entretenimento e Cultura
Mais Notícias