CARREIRA

As profissões mais bem pagas do país

Entre as dez primeiras colocações, sete estão dentro do funcionalismo público. As piores remunerações giram em torno de R$ 3 mil, e melhores de R$ 100 mil

Reprodução

Decidir qual carreira escolher para sua vida sempre é algo difícil, pois se pensa primeiro no que gostamos de fazer e depois no lado financeiro! E ganhar bem e conseguir a estabilidade financeira desejada é algo que vai pesar no seu futuro, principalmente se tiver família.

Um estudo realizado pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) Social aponta que, das dez ocupações mais bem remuneradas no Brasil, sete são ligadas ao funcionalismo público, principalmente à área jurídica.

Profissões que pagam mais:
Em primeiro lugar no ranking, estão os titulares de cartório, que recebem, em média, R$107,6 mil por mês.
Em segundo, vêm os membros do Ministério Público, já com metade do rendimento dos primeiros colocados: R$ 53,2 mil.
Em terceiro estão os membros do Poder Judiciário, com renda média de R$ 52,8 mil.

No setor privado

Entre as dez ocupações mais bem remuneradas, apenas três estão ligadas ao setor privado: médicos, pilotos de aeronave e atletas, que ocupam, respectivamente, a sexta, nona e décima posição na lista. Enquanto esses profissionais da saúde têm rendimento médio de R$ 29,7 mil, os pilotos de aeronave ganham R$ 24,9 mil por mês. Já os atletas têm renda média de R$ 24 mil.

Completam a lista os diplomatas (em quarto lugar), advogados do setor público (quinto), servidores de carreira do Banco Central (sétimo) e servidores de carreira de auditoria fiscal.

Além dos titulares de cartório, membros do Ministério Público e membros do Poder Judiciário confira quais as outras carreiras que podem deixar você bem de vida.

Maior rendimento
Titular de cartório: R$ 107,6 mil por mês
Membro do Ministério Público: R$ 53,2 mil por mês
Membro do Poder Judiciário: R$ 52,8 mil por mês
Diplomata R$: 35,3 mil por mês
Advogado do setor público: R$ 29,9 mil por mês
Médico: R$ 29,7 mil por mês
Servidor de carreira do Banco Central: R$ 27,5 mil por mês
Auditor fiscal: R$ 27,1 mil por mês
Piloto: R$ 24,9 mil por mês
Atleta: R$ 24 mil por mês

Carreiras setor público
Titular de cartório: R$ 107,6 mil por mês
Membro do Ministério Público: R$ 53,2 mil por mês
Membro do Poder Judiciário: R$ 52,8 mil por mês
Diplomata: R$ 35,3 mil por mês
Advogado do setor público: R$ 29,9 mil por mês
Servidor de carreira do Banco Central: R$ 27,5 mil por mês
Auditor fiscal: R$ 27,1 mil por mês

Carreiras setor privado
Médico: R$ 29,7 mil por mês
Piloto: R$ 24,9 mil por mês
Atleta: R$ 24 mil por mês
Ator e diretor: R$ 20,6 mil
Engenheiro: R$16,9 mil por mês
Agrônomo: R$15,8 mil por mês
Professor de ensino superior: R$15,5 mil por mês
Agente da Bolsa de Valores: R$ 15,1 mil por mês

VER COMENTÁRIOS
Concursos e Emprego
Polícia
Você, Gastrô!
Entretenimento e Cultura
Mais Notícias