BASTIDORES

Fogaréu na Bahia

Hoje, o presidente Jair Bolsonaro estará em Vitória da Conquista, inaugurando o novo Aeroporto da cidade baiana. Ontem, o governador daquele estado, o petista Rui Costa, anunciou que não vai participar da cerimônia. Em um vídeo, o governador justificou a sua ausência porque o evento se transformou em ato político-partidário, apenas para convidados, quando seria […]

Hoje, o presidente Jair Bolsonaro estará em Vitória da Conquista, inaugurando o novo Aeroporto da cidade baiana. Ontem, o governador daquele estado, o petista Rui Costa, anunciou que não vai participar da cerimônia. Em um vídeo, o governador justificou a sua ausência porque o evento se transformou em ato político-partidário, apenas para convidados, quando seria para mais de 300 pessoas.

Rui Costa diz que a medida anunciada na inauguração exclui o povo da solenidade, “restrita a poucas pessoas, escolhidas a dedo como se fosse uma convenção político. Não posso concordar com isso”, disse ao explicar a decisão. O aeroporto de Vitória da Conquista começou a ser construído em 2014, durante o segundo mandato do ex-governador Jaques Wagner, com recursos estaduais e federais, quando Dilma Rousseff era presidente. A ida de Bolsonaro à Bahia seria um gesto de boa vontade para se reconciliar com o povo nordestino, que ele classificou, pejorativamente, de “paraíba”, e depois se explicou, dizendo que fazia referência apenas aos governadores da Paraíba e do Maranhão, Flávio Dino. Foi uma fala vazada do microfone da TV Brasil, que ficou em aberto, enquanto o presidente dizia ao ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, para não “dar nada a esses caras”.

O detalhe curioso desse imbróglio baiano é que Bolsonaro teria sido convidado pelo governo Rui Costa, segundo a coluna Painel da Folha de S. Paulo. O que seria originalmente uma festa fechada para 300 pessoas, agora poderá se transformar num ato político mais amplo, com uma fala do próprio presidente e de seus seguidores de extrema-direita. Em razão do convite de Rui Costa, abriu-se uma crise interna no PT. Pior vai ser a vinda de Bolsonaro ao Maranhão, em agosto, para inaugurar obras e visitar o Centro de Lançamentos de Foguetes de Alcântara, com ele às turras com Flávio Dino.

Apelo ao bom senso

Em sua conta no twitter, Flávio Dino manifestou, ontem, solidariedade ao governador Rui Costa, da Bahia, “praticamente impedido de participar da inauguração de uma obra no estado que ele governa. Precisamos de união, paz e respeito. Faço um apelo ao bom senso, enquanto há tempo”.

Agradecido

Em resposta, Rui Costa agradece o apoio. “Em respeito à Bahia e ao nosso povo trabalhador, tomei a decisão de não participar deste ato, que foi transformado em convenção político-partidária. Seguiremos firmes exigindo respeito, sempre defendendo os interesses do Nordeste”, disse.

Márcio Jerry ataca

O deputado federal do PCdoB, Márcio Jerry rebateu ontem a colega do PSL, Joice Hasselmann: Jerry diz que ela tenta desviar a atenção do preconceito aos nordestinos, paraibanos e maranhenses expelido por Bolsonaro. “Ajudaria o Brasil se dissesses onde está o Queiroz e esclarecer o laranjal do PSL”, ironizou.

VER COMENTÁRIOS
COLUNAS E OPINIÃO
Concursos e Emprego
Polícia
Você, Gastrô!
Entretenimento e Cultura
Mais Notícias