Sobre Brandão, Dino e Dilma

Costuma-se dizer que no Maranhão, quando o assunto é política, até boi búfalo de pata quebrada voa. Pois é, a frase tem sentido. Ao passar o governo ao vice, tucano Carlos Brandão, o titular do cargo, o único governador comunista da história do PCdoB, Flávio Dino, fez questão de posar com o substituto, tendo a […]

Costuma-se dizer que no Maranhão, quando o assunto é política, até boi búfalo de pata quebrada voa. Pois é, a frase tem sentido. Ao passar o governo ao vice, tucano Carlos Brandão, o titular do cargo, o único governador comunista da história do PCdoB, Flávio Dino, fez questão de posar com o substituto, tendo a foto de Dilma Rousseff ao fundo entre os dois.

É um bom ou mal sinal? Depende do olhar de quem observa a cena. Se Dilma se sustentar no cargo, Carlos Brandão pode ficar mais distante daquele gabinete em que despacha nas próximas duas semanas, com Dilma atrás. Se ela cair, é pouco provável que sua foto emoldurada permaneça onde está hoje. Aí Brandão terá mais chances.

Relator das ações da Lava-Jato no Supremo Tribunal Federal, ministro Teori Zavascki determinou o prazo de dez dias para que o presidente da Câmara, Eduardo Cunha, apresente sua defesa ao pedido de afastamento do cargo e do mandato de deputado, feito pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot. Porém, o prazo só começar a contar a partir de 1º de fevereiro.

VER COMENTÁRIOS
COLUNAS E OPINIÃO
Concursos e Emprego
Polícia
Você, Gastrô!
Entretenimento e Cultura
Mais Notícias