Rebuliço infernal

Vaca não vai conhecer bezerro, porca não torce o rabo, jabuti vai subir em árvore, cobra vai engolir cobra fumando cachimbo,jacaré vai nadar de peito, tamanduá vai abra porco espinho e o Sampaio Corrêa pode contratar Tite. Tudo vai acontecer neste fim de semana, antes das convenções dos principais partidos na guerra pelo Palácio dos Leões. No vale-tudo, […]

Vaca não vai conhecer bezerro, porca não torce o rabo, jabuti vai subir em árvore, cobra vai engolir cobra fumando cachimbo,jacaré vai nadar de peito, tamanduá vai abra porco espinho e o Sampaio Corrêa pode contratar Tite. Tudo vai acontecer neste fim de semana, antes das convenções dos principais partidos na guerra pelo Palácio dos Leões. No vale-tudo, onde nem machado reconhece aroeira, os candidatos Flávio Dino e Roseana Sarney, que polarizam a disputa do governo, jogam até bola de gude como quem disputa uma partida de futebol.

O governador do PCdoB, ontem, já teria atraído mais dois partidos para sua coligação de 14, que realizam convenção amanhã. Porém, um atento observador ligado, que mistura números com superstição, lhe chamara a atenção para o número de 16, caso ele junte essa quantidade de legendas. É o numero do PSTU, partido de esquerda que, no entanto, nunca elegeu sequer um vereador na capital, mesmo disputando toda eleição majoritária no Maranhão. O que vale é o jogo das artimanhas alcançando as articulações políticas, sempre ricas em surpresas.

O dia 28 de julho é a data em que Maximilien Robespierre, Louis Antoine Léon de Saint-Just e a maior parte dos jacobinos são executados na guilhotina na França, em 1789, no período decisivo da Revolução Francesa. A intensa agitação política e social teve impacto duradouro
na história do país e em todo o continente europeu. A monarquia absolutista que tinha governado a nação durante séculos entrou em colapso em apenas três anos.

Também em 28 de julho de 1823, o Maranhão, tardiamente,aderiu à independência do Brasil de 1822. As elites agrícolas e pecuaristas, ligadas à Metrópole portuguesa, preferiria manter-se sob o jugo imperial. O Maranhão era uma das mais ricas regiões do Brasil. O intenso tráfego marítimo com a metrópole, justificado pela maior proximidade com a Europa, tornava mais fácil o acesso e as trocas comerciais com Lisboa do que com o sul do país. Os filhos dos comerciantes ricos estudavam em Portugal. O conservadorismo era
avesso, portanto, ao comando vindo do Rio de Janeiro. Foi da Junta Governativa de São Luís, que partiu a iniciativa da repressão ao movimento da Independência partido do Piauí.

VER COMENTÁRIOS
Concursos e Emprego
Polícia
Você, Gastrô!
Entretenimento e Cultura
Mais Notícias