Jogando limpo

José Joaquim, com poucos dias à frente do TJ, deu sinal de que não aceita o famigerado espírito de corpo no Judiciário, muito menos atitudes que despeitem o Poder. Ele tanto zela pela transparência, quanto não se nega a debater com a imprensa questões polêmicas e até melindrosas.

José Joaquim, com poucos dias à frente do TJ, deu sinal de que não aceita o famigerado espírito de corpo no Judiciário, muito menos atitudes que despeitem o Poder. Ele tanto zela pela transparência, quanto não se nega a debater com a imprensa questões polêmicas e até melindrosas.

VER COMENTÁRIOS
COLUNAS E OPINIÃO
Concursos e Emprego
Polícia
Você, Gastrô!
Entretenimento e Cultura
Mais Notícias