Jeito de fazer justiça

Um Judiciário atuante, prestativo no seu dever e moderno no desempenho.É o que propõe o presidente do Tribunal de Justiça do Maranhão,desembargador Joaquim Figueiredo.Ontem,ele se reuniu com o procurador- geral da Justiça,Luiz Gonzaga Martins Coelho,além do corregedor Marcelo Carvalho e promotores de Justiça.

Um Judiciário atuante, prestativo no seu dever e moderno no desempenho.É o que propõe o presidente do Tribunal de Justiça do Maranhão,desembargador Joaquim Figueiredo.Ontem,ele se reuniu com o procurador- geral da Justiça,Luiz Gonzaga Martins Coelho,além
do corregedor Marcelo Carvalho e promotores de Justiça.

VER COMENTÁRIOS
COLUNAS E OPINIÃO
Concursos e Emprego
Polícia
Você, Gastrô!
Entretenimento e Cultura
Mais Notícias