Iniciativa louvável

No momento em que o país rediscute a concessão do auxílio- moradia e outros penduricalhos anexados aos ganhos salariais do Poder Judiciário, Executivo e Legislativo, o presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, Othelino Neto, cuidou de podar o mesmo benefício concedido aos deputados, no valor de R$ 2.850. O projeto de decreto legislativo foi publicado […]

No momento em que o país rediscute a concessão do auxílio- moradia e outros penduricalhos anexados aos ganhos salariais do Poder Judiciário, Executivo e Legislativo, o presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, Othelino Neto, cuidou de podar o mesmo benefício concedido aos deputados, no valor de R$ 2.850. O projeto de decreto legislativo foi publicado no Diário Oficial da Alema, assinado, também, por oito membros da Mesa Diretora.

O projeto vai ainda passar pelo plenário, mas todos os deputados já foram informados a respeito. Até o momento não ocorreu qualquer manifestação contrária, pois a Mesa Diretora é composta por parlamentares governistas e de oposição. Ao mesmo tempo em que os deputados do Maranhão cortam o auxílio-moradia, a imprensa brasileira mostra os espantosos gastos com vários tipos de auxílios no Judiciário, MP e Itamarati.

Benefício de penduricalhos entre agentes públicos federais gira em torno de R$ 4 mil a R$ 4,5 mil. A ironia é que os beneficiários estão entre os servidores mais bem remunerados do país. Este ano, o contribuinte brasileiro vai bancar mais de R$ 2 bilhões com o pagamento do auxílio-moradia a autoridades e funcionários de alto escalão, cuja remuneração pode passar dos R$ 30 mil mensais.

Para ter uma ideia, com o valor do benefício seria possível construir mais de 43 mil casas populares, ao custo de R$ 50 mil cada, ou conceder Bolsa Família para 11 milhões de pessoas. Essas são as despesas previstas com o benefício para os três poderes, o Ministério Público e a Defensoria Pública, no âmbito federal, e para conselheiros dos tribunais de contas de estados e municípios, juízes, procuradores, promotores e defensores públicos estaduais.

VER COMENTÁRIOS
COLUNAS E OPINIÃO
Concursos e Emprego
Polícia
Você, Gastrô!
Entretenimento e Cultura
Mais Notícias