SÃO LUÍS

Em dois meses 14 ônibus pegaram fogo

Somente em um episódio, 12 coletivos foram consumidos pelas chamas.

Entre junho e início de agosto, 14 coletivos pegaram fogo na capital maranhense. (Foto: Reprodução/Redes Sociais)

Mais um episódio na capital maranhense mostra a fragilidade e a falta de estrutura no transporte público de São Luís. Na manhã de ontem, quinta-feira (4), mais um ônibus pegou fogo nas ruas da capital.

O fato aconteceu em um trecho da Avenida dos Franceses, na altura do bairro do Anil, e bem em frente a uma universidade particular, um ônibus pegou fogo e deixou os passageiros assustados com a situação.

O veículo, parte da linha Coroadinho-Bom Jesus, foi consumido pelas chamas em poucos minutos. De acordo com informações de testemunhas, o fogo teve início na parte da frente do coletivo.

Segundo testemunhas, o coletivo já havia passado do retorno em frente a entrada do bairro Santo Antônio e seguia em direção ao viaduto do Café, no Outeiro da Cruz, momento em que as chamas iniciaram.

Os passageiros e pessoas próximas ficaram desesperadas. As pessoas dentro do ônibus, cerca de dez incluindo passageiros, motorista e cobrador, conseguiram sair sem lesões ou ferimentos.

Momentos depois do incêndio, o Corpo de Bombeiros chegou para controlar o local e apagar o fogo do veículo. As causas do incêndio ainda devem ser apuradas. O trânsito na Avenida dos Franceses, sentindo Centro, ficou lento devido ao incidente com o veículo da empresa Ratrans, que ficou completamente destruído.

Outros ônibus incendiados

Em menos de três meses, esse é o terceiro incidente, pois na manhã do dia 13 de junho, um ônibus pegou fogo em um ponto da Avenida Guajajaras, localizada no bairro São Cristóvão, perto do cruzamento com o bairro São Bernardo, em São Luís.

A linha Olímpica/São Francisco, que fazia a primeira viagem do dia, teve os primeiros sinais de combustão percebidos pelo motorista do veículo. Em seguida, o condutor tratou de alertar os passageiros e pedir que descessem rapidamente do ônibus. Ninguém ficou ferido.

Alguns trabalhadores de uma loja próxima ajudaram a combater o crescimento do fogo que cobria o veículo de transporte coletivo, uma estratégia provisória enquanto aguardavam o Corpo de Bombeiros Militar do Maranhão (CBMMA) chegar no local.

Segundo informações, o ônibus, fabricado em 2015, ficou totalmente envolvido pelas chamas e quando os bombeiros conseguiram apagar o incêndio, o coletivo já estava estruído.

A área de incêndio foi isolada para a segurança de quem precisa transitar por aquele caminho, o fluxo do trânsito segue na faixa lateral. Um guincho já está no local para fazer a remoção do ônibus.

12 ônibus queimados

Cerca de 20 dias depois desse incidente, aconteceu um mais grave. A frota de São Luís já não é recheada de ônibus em estado próporio para circular na ruas da capital e 12 coletivos ainda pegaram fogo dentro de uma garagem.

Na madrugada do dia 6 de julho, um incêndio atingiu vários ônibus na garagem da empresa Ratrans, na região do bairro Anil, em São Luís.

Segundo informações do Corpo de Bombeiros, o incêndio aconteceu logo após um motorista ter estacionado um ônibus que sem motivo aparente começou a pegar fogo.

As chamas se alastraram e começaram a atingir os outros 11 veículos que ficaram destruídos. O Corpo de Bombeiros teve que mobilizar sete viaturas de combate a incêndio para ser transportado até o local para tentar conter as chamas.

Foi necessário retirar os outros ônibus do interior da garagem e deixá-los na avenida. Ninguém ficou ferido.

VER COMENTÁRIOS
Esportes
Entretenimento e Cultura
Concursos e Emprego
Polícia
Mais Notícias