CORONAVÍRUS

No Maranhão

4550
121581
109186
3032
PRAIA

Movimentação moderada no Posto A durante este sábado (1º)

Ao contrário do que foi o último final de semana, o movimento de pessoas foi bastante moderado

Público moderado no Posto A, Península. Foto: Lucas Prazeres

No último final de semana o pagode tomou de conta do Posto A, na área da Península, deixando o ambiente com muita aglomeração até o anoitecer. Essa situação gerou muitas polêmicas durante toda a semana. Parte da estrutura foi interditada pela Vigilância Sanitária e o Ministério Público do Maranhão pediu fiscalizações mais intensas.

Neste sábado (1º), ao contrário do que foi o último final de semana, o movimento de pessoas foi bastante moderado. Depois de todas essas fiscalizações, foi possível ter na praia um ambiente saudável e tranquilo entre amigos e família. Para quem gosta de praticar esportes foi uma boa oportunidade para compensar os dias de isolamento social. O vôlei e futvôlei são as principais modalidades da área.

Segundo um dos praticantes do esporte, Romário, a praia é frequentada por ele desde 2018 quando começou com o movimento do vôlei e futvôlei, transformando aquela região antes um pouco isolada em um bom local para reunir os amigos amantes de atividades físicas. “Eu vejo que qualquer pessoa, de qualquer classe pode está participando e não tem porque proibir”, comentou ele.

A segregação social é o que está mais em pauta quando se fala em “Posto A”, depois que vazou comentários de um dos donos de um bar da região com frases como “separação natural do público” e “nossos garçons são orientados a atender ou não o cliente visto que o mesmo não se encaixe em nossos padrões sociais”.

Um dos frequentadores da praia, Alexandre Vitor, que é morador do bairro São Francisco, disse que frequenta a praia desde pequeno e que isso não deveria ser nem pensado.

“Eu acho que esse negócio deles estarem querendo controlar o uso da praia, que é uma praia pública, não deveria estar sendo nem pensado, é um local que todos devem frequentar”, comentou Alexandre.

Um outro frequentador, Gustavo, acredita que é muito bom quando o ambiente é saudável e não tem aglomeração.

“Todo mundo agindo com moderação, cumprindo o distanciamento e com a quantidade de pessoas reduzidas, a gente se sente confortável. No momento que começa a ter uma frequência maior de pessoas, acho que temos que ter um pouco mais de conscientização e se retirar”, disse Gustavo.

Nada de bares na faixa de areia, quem foi curtir o sábado levou sua caixa de isopor com suas bebidas e comidas, e claro, não poderia faltar a caixinha de som pra ter uma bela trilha sonora para o momento. Mas o uso da máscara que é obrigatória ficou em falta, o não uso dela foi quase que unânime entre as pessoas.

Equipes do Ministério Público do Maranhão juntamente com o Comitê de Limpeza Urbana de São Luís e a Blitz Urbana, estavam no local fazendo uma ação de conscientização em relação ao descarte de lixo produzido com o consumo de comidas e bebidas, visto que uma grande quantidade desses lixos foram encontrados na praia depois da aglomeração do último final de semana.

Equipe fazendo limpeza do local. Foto: Lucas Praz

A Presidente do Comitê de Limpeza Urbana de São Luís, Carolina Estrela, lembra que ainda estamos em um momento de combate a pandemia.

“É importante que as pessoas mantenham o distanciamento social. E um fato muito importante, que ao trazerem os seus resíduos para a praia, os devolvam para jogar no lixo de casa ou em lixeiras espalhadas na faixa de praia. Cuidar da cidade é uma responsabilidade nossa”.

VER COMENTÁRIOS
Concursos e Emprego
Notícia Boa
Checamos
Polícia
Gastronomia
Entretenimento e Cultura
Mais Notícias