CORONAVÍRUS

No Maranhão

5398
113563
101177
2898
MARANHÃO

“Evidencia mulheres empoderadas”, diz OAB sobre vídeo de militares no Tik Tok

Vídeo levantou discussões sobre machismo, feminismo e uso do uniforme militar

Divulgação

A Ordem dos Advogados do Brasil, seccional Maranhão (OAB/MA) se pronunciou na última quinta-feira (23) acerca do vídeo no qual mulheres militares aparecem mostrando duas versões delas mesmas, sendo uma fardada e outra com roupas usadas no dia a dia.

Segundo a OAB/MA, o vídeo não afeta negativamente a imagem da Polícia Militar, na medida que “evidencia mulheres empoderadas que têm orgulho de compor a instituição”.

Confira a nota na íntegra:

A Ordem dos Advogados do Brasil, seccional Maranhão (OAB/MA), por intermédio da Comissão de Segurança Pública e Cidadania, da Comissão da Mulher e da Advogada, e da Comissão de Direito Militar, vem, por meio desta, informar que tem acompanhado desde o início o caso das Policiais Militares que estão sendo ofendidas após postarem um vídeo em redes sociais, no qual, em um momento difícil de pandemia, buscam demonstrar orgulho por participarem desta importante instituição, além de evidenciar o empoderamento e a importância da mulher na Polícia e em toda a sociedade.

A Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Maranhão, informa que, desde que recebeu as denúncias, no dia 07/07/20, tem acompanhado a sindicância aberta contra as policiais, prestando a necessária assistência jurídica a estas.

Por fim, a OAB/MA através da Comissão de Segurança Pública e Cidadania, Comissão da Mulher e da Advogada e da Comissão de Direito Militar, informa que irá continuar acompanhando o caso e prestando todo apoio necessário as Mulheres Policiais, pois entende que o vídeo divulgado por estas não traz qualquer mácula a imagem da Polícia Militar, na medida em que, ao contrário, evidencia mulheres empoderadas que tem orgulho de compor essa importante instituição.

Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Maranhão.

Entenda o caso:

Um vídeo feito por mulheres militares chamou a atenção de internautas e do Comando da Polícia Militar do Maranhão, por apresentar oito mulheres exibindo, em sequência, duas versões delas mesmas: uma com uniformes da PM e outra com roupas usadas no dia a dia.

Ao tomar conhecimento do conteúdo, o Comando da Polícia Militar do Maranhão determinou a abertura de uma sindicância para apurar “eventual transgressão disciplinar”, por uso do uniforme militar fora de serviço. Por outro lado, muitos internautas demonstraram apoio às mulheres nas redes sociais.

Em abril deste ano, um caso semelhante também foi registrado: um soldado de Timon, na região leste do Maranhão, também gravou um vídeo em que aparece, inicialmente, de trajes íntimos e semi-nu, surgindo depois, usando fardamento militar e exibindo uma arma da corporação. Na ocasião, o Comando Geral da PM também abriu sindicância para apurar a situação.

VER COMENTÁRIOS
Concursos e Emprego
Notícia Boa
Checamos
Polícia
Gastronomia
Entretenimento e Cultura
Mais Notícias