CORONAVÍRUS

No Maranhão

813
60592
35466
1499
PORTAS ABERTAS

Confira o que pode ou não abrir nos shoppings

Estabelecimentos terão horário diferenciado e precisam cumprir uma série de medidas em respeito às normas sanitárias para controle do avanço da Covid-19

Reprodução

Com atividades suspensas desde o dia 21 de março os shoppings da região metropolitana irão reabrir as portas a partir deste dia 15, assim como as demais lojas de rua (sapatarias, lojas de roupas, presentes e congêneres), mas terão que cumprir uma série de exigências sanitárias específicas reguladas pela portaria publicada pela Casa Civil do Governo do Maranhão para o funcionamento de todo o setor lojista no Estado. Parte do setor lojista já estava autorizada a funcionar desde a segunda-feira (25), desde que fosse empresas familiares.

Leia também:

Shopping da Ilha

Os shoppings funcionarão em horário reduzido, das 12h às 20h, de segunda-feira a domingo. Segundo a direção do Shopping da Ilha é o início de uma nova etapa. “Preparamos tudo com muito carinho e cuidado para receber você num ambiente seguro. Adotamos todos os protocolos determinados pelas autoridades e implantamos dezenas de medidas que buscam garantir a saúde e bem-estar. Se cada um fizer a sua parte e seguir as regras, vamos superar tudo isso, juntos! ”, disse.

Adotamos todos os protocolos determinados pelas autoridades e implantamos dezenas de medidas que buscam garantir a saúde e bem-estar

Pois é, mesmo com a abertura, a população deve se conscientizar que não pode haver aglomeração. Então, mesmo com alguns setores voltando a normalidade, não será permitido a circulação de pessoas em praças de alimentação, cinemas, áreas infantis, restaurantes e também a realização de eventos.

Rio Anil Shopping

No Rio Anil Shopping, a expectativa, inicialmente, é que o público vá ao centro comercial para resolver necessidades. Por isso, todos os assentos, cadeiras, bancos e lounges foram recolhidos do mall. Além disso, as operações que oferecem lazer e entretenimento não funcionarão agora, conforme prevê a portaria nº 039, de 10 de junho de 2020. “O Rio Anil é mais que um centro de compras, é um lugar que concentra diversos serviços hoje essenciais à vida das pessoas.

Temos uma função social muito importante e, por isso, reabriremos as nossas portas com os cuidados redobrados. A prioridade é resguardar a vida e a saúde das pessoas. Faremos todo o possível para evitar qualquer tipo de aglomeração. O shopping é um espaço seguro. Mais do que nunca, precisaremos contar com a compreensão e a colaboração dos clientes nesta nova rotina de cuidados”, reforça Rafael Saldanha, superintendente do Rio Anil Shopping.

Faremos todo o possível para evitar qualquer tipo de aglomeração. O shopping é um espaço seguro

Continua proibido alguns serviços

Continua proibido de acordo com a portaria, o funcionamento de praças de alimentação, cinemas, áreas infantis e quaisquer grandes promoções ou eventos que possam causar grandes aglomerações ou gerar tumultos.

Os restaurantes, lanchonetes, bares e similares localizados em galerias e shopping centers somente poderão funcionar com delivery (entrega) ou drive-thru (retirada no local). Essa regra já valia para esse tipo de estabelecimento fora do shopping também. Ou seja, qualquer bar, restaurante ou similar – dentro ou fora de shopping – não pode vender para consumo no local. Academias de ginástica também não podem reabrir ainda.

O uso de máscaras continua obrigatório bem como a higienização das mãos com água e sabão ou álcool em gel. As lojas só podem deixar entrar clientes até o limite de 30% de sua capacidade. Ou seja, se normalmente cabem dez pessoas na loja, só podem entrar três ao mesmo tempo, e precisam manter distância de dois metros entre elas. 

Caso seja preciso fazer uma fila do lado de fora para entrar, deverá ser mantida a distância de pelo menos dois metros entre as pessoas e no chão deve estar sinalizada a posição a ser ocupada por cada pessoa.  O número de vagas no estacionamento deve corresponder a 30% (trinta por cento) de sua capacidade, quando houver.

Veja o que mais deve ser observado

Os shoppings deverão ter pontos de higienização das mãos na entrada e na saída, e estes também devem ser oferecidos a cada 20 metros pelo menos. 

As lojas em geral devem ter todos os seus ambientes higienizados, principalmente vitrines, provadores, e estes devem ser higienizados sempre que for utilizado pela clientela.

Fica proibido o uso de sacolas reutilizáveis, sendo recomendado aos clientes o descarte das sacolas utilizadas.

Horários dos estabelecimentos

Para evitar aglomeração, os segmentos devem operar em horários diferentes:

  • Postos de combustíveis e panificadoras começam entre 5 e 7 horas
  • Supermercados,  área de saúde, indústrias alimentícias, indústrias farmacêuticas, e construção civil começam entre 6 e 8 horas
  • Agências lotéricas, vigilantes, zeladores e porteiros, farmácias e drogarias,  oficinas mecânicas e borracharias, lojas de produtos agropecuários e veterinários; hospitais e clínicas veterinárias começam entre 7 e 9 horas
  • Bancos, salões de beleza,  lojas de veículos,  e comércios de rua, entre as 9 e 11 horas
VER COMENTÁRIOS
Concursos e Emprego
Notícia Boa
Checamos
Polícia
Gastronomia
Entretenimento e Cultura
Mais Notícias