CORONAVÍRUS

No Maranhão

1026
26145
6664
853
CRIMINALIDADE

Corpo de empresária que foi morta em Vitorino Freire é procurado pela polícia

Uma pessoa já foi presa e duas estão sendo procuradas

Divulgação

Em Vitorino Freire, a 300 km de São Luís, a polícia está em busca do corpo da empresária Maria Hilda da Silva Pereira, de 32 anos, mais conhecida como Leuda, que foi assassinada e desapareceu na noite da última sexta-feira (27) na cidade.

De acordo com informações da polícia militar, a vítima morreu por estrangulamento. A última pessoa que esteve com Maria Hilda foi sua amiga Franciane Lima da Rocha, de 33 anos, que confessou ter participação no crime e foi presa.  

A polícia informou que durante o interrogatório, inicialmente Franciane negou que estava com Maria Hilda e foi liberada da delegacia por não existirem provas contra ela.  Porém, logo depois a equipe policial teve acesso as imagens que mostraram o momento exato em que Maria Hilda entrava na casa de Franciane.

A mulher então foi presa novamente e acabou confessando o crime, falando que teve ajuda de duas pessoas, seu namorado, identificado como Gonçalo, e outro homem chamado de Ismael.

Segundo as informações policiais, os três armaram de roubar a empresária Maria Hilda, porém, a vítima acabou descobrindo o caso e foi tomar satisfação com os três sobre a situação. Ao se encontrarem, Gonçalo e Ismael teriam estrangulado Maria Hilda e fugido de motocicleta.

Os suspeitos que estão foragidos são do estado do Ceará. A polícia informou que quem tiver qualquer informação sobre o caso pode entrar em contato com a corporação.

VER COMENTÁRIOS
Concursos e Emprego
Notícia Boa
Checamos
Polícia
Gastronomia
Entretenimento e Cultura
Mais Notícias