Religião

Procissão do Fogaréu da cidade de Caxias pode virar Patrimônio Imaterial

Evento foi realizado pela 16ª vez e reuniu mais de 10 mil devotos na última quinta-feira (17)

Reprodução

A tradicional Procissão do Fogaréu de Caxias pode se tornar Patrimônio Cultural e Imaterial. Na última quarta-feira (17), o evento reuniu cerca de 10 mil devotos na cidade.

O evento, que está na 16ª edição, é mantido pela Organização Caxiense de Artes e Tradições – OCAT, e tem parceria com a Paróquia Nossa Senhora das Graças (COHAB) e a Catedral de Nossa Senhora dos Remédios, sede da Diocese de Caxias. Envolve direta e indiretamente, cerca de 300 atores e figurantes que participam da encenação e realização do espetáculo.

Considerado o segundo espetáculo nessa temática no Brasil, a encenação ocorreu em diversos pontos da cidade, reunindo um cortejo de devotos caxienses e visitantes que, debaixo de muita chuva, empunhando lamparinas e velas, saíram pelas ruas do Centro Histórico, acompanhando os atores que se passaram por farricocos – personagens vestidos de  túnicas coloridas e encapuzados que representam os soldados romanos enviados por Caifás para prender Jesus.

Segundo o coordenador geral e presidente da OCAT, Leonardo Barata, a cada ano que passa, aumenta significativamente o número de fiéis que aproveitam o momento para agradecer pelas bênçãos recebidas, pedir saúde, fazer promessas e, principalmente, demostrar o seu amor e devoção a Jesus Cristo.

Patrimônio Imaterial

Dada a importância da Procissão do Fogaréu para a comunidade católica de Caxias, está tramitando na Assembleia Legislativa do Maranhão um projeto de lei do deputado Adelmo Soares (Solidariedade), que propõe o reconhecimento do espetáculo caxiense como Patrimônio Cultural e Imaterial do Maranhão

“A Procissão do Fogaréu é mais do que as excelentes encenações nas ruas de Caxias, é um grande espetáculo. São 16 anos de história, e de pequeno, se tornou grandioso, é um espetáculo com atores da terra, valorizando suas raízes e isso precisa ser reconhecido”, afirmou Adelmo Soares.

VER COMENTÁRIOS
COLUNAS E OPINIÃO
Concursos e Emprego
Polícia
Você, Gastrô!
Entretenimento e Cultura
Mais Notícias