FÉ E DEVOÇÃO

Devotos celebram Dia de São José

Para 2019, o tema escolhido é Fé Cristã e trabalho em prol do direito e da justiça social, que faz alusão à Campanha da Fraternidade. O evento iniciou no dia 10 de março

Reprodução

Missas durante todo o dia e uma procissão às 16h, marcam esta terça-feira (19), o encerramento do novenário de março, em homenagem a São José, na cidade balneária de São José de Ribamar, localizada há 27 quilômetros de São Luís. O evento que iniciou no último dia 10, é considerado, a primeira festa do ano que celebra o padroeiro do Maranhão.

Para 2019, o tema escolhido é Fé Cristã e trabalho em prol do direito e da justiça social, que faz alusão à Campanha da Fraternidade: tema “Fraternidade e políticas públicas” e lema “Serás libertado pelo direito e pela justiça” (Is 1, 27). Segundo, o padre Gutemberg Feitosa, pároco de São José de Ribamar, São José é o patrono universal dos cristãos, padroeiro do estado e padroeiro do santuário que é mais visitado por maranhenses e pessoas de fora. “São José é esposos e pai adotivo de Jesus. Ao celebrar São José estamos celebrando mistério de Deus que entra na história humana, através da sagrada família de Nazaré. Acreditamos que assim como São José cuidou de Maria e de Jesus, também cuida de toda a Igreja Católica e seus devotos”, explicou o pároco.

Padre Gutemberg Feitosa também analisou que a igreja tem acompanhado as mudanças de comportamento da sociedade, e que para ele, a fé dos devotos não mudou, apenas está se adaptando às novas tecnologias do momento atual, que estão sendo usadas como ferramentas de evangelização. “Muitos devotos tem interagido com o santuário pelas redes sociais, pelo site e muito acompanham nossas celebrações pelo nosso aplicativo para Smartphone, então isso tem gerado um maior entrosamento e interação dos devotos de São José e com o santuário. No meu ponto de vista a fé não diminuiu, pelo contrário, tem aumentado. Temos quatro eventos a cada ano e sempre recebemos devotos de vários lugares do Maranhão e fora do estado, especialmente no período de festa”, acrescentou o padre.

Como forma de agradecimento ou fortalecimento da fé, muitos devotos batizam seus filhos com o nome “José”. Padre Gutemberg Feitosa ressaltou que esta é uma prática comum, e que normalmente os batizados são realizados aos domingos pela manhã. “Quanto ao nome as pessoas continuam escolhendo José como um nome recorrente, mas outros nomes entram na lista com nomes de santo. Normalmente José é combinado com algum outro nome, como José de Ribamar, José Eduardo, Carlos José, que são muitos procurados. E tem outros também que são escolhidos por pessoas devotas de outros santos. Mas José continua tendo um certo destaque entre os nomes escolhidos”, contou o pároco. Estão previstas na programação encerramento missas às 6h, 8h30, 11h, 15h, 16h (procissão de encerramento) e 17h30, missa na Concha Acústica. Já as  missas podem ser acompanhadas pelas seguintes mídias digitais:  site: santuarioderibamar.org; face: fb/santuário.ribamar; YouTube: pascomsjr

Sobre o Dia de São José

Em 1621 o Papa Gregório XV oficializa e dedica o dia 19 de março à São José e, em 1642, o Papa Urbano VIII, por sua vez, confirma as comemorações. Foi declarado Patrono da Igreja Universal pelo Papa Pio IX em 1870 e sua festa solene celebrada anualmente neste dia. Reconhecido pela Igreja como patrono universal, São José é lembrado como modelo de justiça e fidelidade aos planos de Deus; ainda, é considerado patrono da boa morte, isto, pois, teve a sorte de morrer.

VER COMENTÁRIOS
COLUNAS E OPINIÃO
Concursos e Emprego
Polícia
Você, Gastrô!
Entretenimento e Cultura
Mais Notícias