ANO NOVO

De olho no futuro: o que dizem as cartas para o Maranhão

Consultamos uma cartomante para falar sobre o ano de 2019 e o que os maranhenses podem esperar; ano será difícil, de mudanças e novidades

A cartomante Ranaja Oliveira lê cartas para O Imparcial (Alan Azevedo / O Imparcial)

A cartomante Renaja Lima de Oliveira jogou as cartas para O Imparcial. Universitária do curso de Letras, 21 anos, há três estuda a arte de interpretar as cartas. Ela falou sobre esporte, cultura, segurança, política e do que o maranhense pode esperar de 2019. Segundo as cartas, o ano que vem será positivo, trazendo êxito em todas as áreas, com boas novidades. Em relação às pessoas, muitos trabalhos, novos empreendimentos. “A única parte mais triste seria o lado espiritual das pessoas. A gente não deve falar só naquilo que é ruim, porque isso acaba atraindo fluidos ruins. Todos têm que fazer a sua parte no sentido espiritual independente da sua crença”, disse a cartomante.

Política

“Momento de vitória, como se os governantes passassem a agir. Nos primeiros seis meses, as coisas estarão mais acirradas e uma forte figura jovem vai tomar a frente das coisas, representada pela figura do cavaleiro de espadas. No final de 2019 haverá um período de tranquilidade”.

Cultura

“O ano será muito frutífero nas artes em geral no Maranhão, com muitas mudanças e novidades. Haverá um destaque nas artes que despontará do Maranhão para surgir na grande mídia, alguém que está fazendo seu trabalho aqui, mas vai explodir em 2019 e pode até deixar a cidade de São Luís para brilhar mais intensamente com sua arte”.

(Alan Azevedo / O Imparcial)

Esporte

“Especificamente sobre futebol, haverá algumas vitórias, mas outras perdas muito sérias para o campeonato. No geral, os times vão ficar onde estão. Vão se manter”.

Economia

“Muito difícil. As coisas vão apertar mais e serão feitos sacrifícios para driblar a crise durante o ano. Isso falo do maranhense em geral. As coisas só vão melhorar para o final de 2019. As pessoas que estão em seus empregos vão se manter, mas quem está desempregado vai demorar muito para conseguir entrar no mercado”.

Período chuvoso

“Vai haver muita dificuldade para quem habita em área de risco, pois serão castigadas pelas chuvas. O conselho seria que essas pessoas saíssem desses locais, porque há solução e isso parte também das políticas públicas. Muita instabilidade de fortes chuvas”.

Segurança

“O maior perigo que apareceu foi em relação a crimes contra mulheres, como estupro. É o que está mais pesado. Provavelmente um aumento dos crimes de feminicídio. Por outro lado, há uma esperança, as mulheres têm que ficar mais atentas e buscar a rede de proteção, as políticas públicas disponíveis para as mulheres”.

Personalidades

“Mostra-se muita vitalidade. Uma figura feminina pública vai passar por perigo e isso será conhecido na mídia”.

VER COMENTÁRIOS
CONTINUAR LENDO
MOSTRAR MAIS