CAPITAL

Indicativo de greve dos rodoviários para sexta, em São Luís

Categoria realizará paralisação de advertência ainda essa semana e poderá cruzar os braços por tempo indeterminado a partir de segunda (29).

Reprodução

Nesta sexta-feira, 26, O sistema de transporte público realizará uma paralisação de advertência suspendendo as atividades no período da manhã das 4h às 7h e pela tarde, das 15h às 18h, horários de pico para quem mora em São Luís. A decisão foi tomada hoje, 24, na Assembleia Geral dos Rodoviários.

A paralisação se dá pois os donos das empresas de transporte coletivo não quererem dar reajuste salarial para os rodoviários, além de retirar os cobradores dos ônibus e limitar direitos trabalhistas, como o plano de saúde.

O Sindicato dos Rodoviários publicou uma nota sobre a paralisação.

O Sindicato dos Rodoviários do Maranhão deu um prazo para que os empresários pudessem apresentar uma nova contraproposta em relação a Convenção Coletiva de Trabalho, o que não aconteceu. Os trabalhadores pedem melhorias e benefícios como o reajuste salarial e aumento do ticket alimentação e ainda, a permanência da função de cobrador, evitando assim, a demissão em massa dos trabalhadores.

Já a contraproposta dos empresários, é considerada um desrespeito a categoria e destacam-se: Congelamento de salários; congelamento no valor do ticket alimentação; e o item mais grave, os patrões querem a extinção da função de cobrador, o que resultaria na demissão destes profissionais.

Diante de todo esse descaso, a categoria votou e decidiu que a partir de agora, os Rodoviários já estão em Estado de Greve. Caso não ocorra nenhum avanço, os trabalhadores cruzarão os braços na sexta-feira (26), em dois períodos do dia (pela manhã nas primeiras horas e a tarde das 15h até às 18h), em uma paralisação de advertência. Se os empresários não convocarem os diretores do Sindicato para uma nova rodada de negociação, a greve geral será deflagrada a partir de segunda-feira (29).

VER COMENTÁRIOS
CONTINUAR LENDO
MOSTRAR MAIS