DENÚNCIA

Rodoviários ameaçam greve por descumprimento de acordo

Em fevereiro de 2018 aconteceu a última greve de rodoviários do Maranhão, onde foi mediada acordo. Neste mês de junho, o sindicato denuncia descaso dos empresários.

Reprodução

Sindicato dos Rodoviários ameaçam entrar em greve caso acordos com empresários não seja cumprido. O Presidente do Sindicato dos Rodoviários, Isaias Castelo, irá protocolar nesta segunda-feira, 25, no Ministério Público do Trabalho nova denúncia contra empresários.

Em fevereiro de 2018 aconteceu a última greve de rodoviários do Maranhão, onde foi mediada pelo MPT um acordo. Neste mês de junho, o sindicato denuncia descaso dos empresários, em relação aos trabalhadores. Algumas empresas que atuam no sistema de transporte público de São Luís seguem descumprindo o que determina a Convenção Coletiva de Trabalho da categoria. Agora a entidade está se preparando para adotar novas medidas, como forma de proteger os direitos dos Rodoviários.

O sindicato realizou  fiscalizações para embasar a denúncia que será feita por Isaias Castelo no intuito de protocolar a denúncia, para que o órgão possa tomar as medidas cabíveis. “Estou protocolando as denúncia pedindo fiscalização. Caso não não tenho resultado, não descartamos a possibilidade de paralisação”, afirma presidente.

Entre os itens que estão sendo descumpridos, destaque para a não concessão do ticket alimentação, atrasos nos pagamentos dos planos de saúde e odontológico e de horas extras. Os rodoviários reclamam também de carteiras de trabalho não assinadas, que estão gerando grandes transtornos.

Em nota divulgada, sindicato afirma que se nenhuma medida for executada pela justiça em curto prazo, a entidade recomendará aos rodoviários que cruzem os braços e promovam a greve do setor, até que todos os benefícios devidos sejam regularizados.

VER COMENTÁRIOS
CONTINUAR LENDO
MOSTRAR MAIS