APREENSÃO

Suspeito de cometer estupros na Reserva do Itapiracó é preso

O preso, que estava em liberdade condicional por assalto, foi reconhecido até o momento por quatro vítimas

Um homem identificado como Edvan Amorim Ferreira, de 40 anos, foi preso nesta segunda-feira, 09, pelo Batalhão Florestal, suspeito de cometer diversos crimes de estupro entre o final de março e o início de abril na região da Reserva do Itapiracó.

O preso, que estava em liberdade condicional por assalto, foi reconhecido até o momento por quatro vítimas. A primeira delas foi estuprada e roubada; a segunda teve seus pertences levados e houve apenas a tentativa da violação. Já a terceira foi vítima de roubo, e a quarta sofreu estupro.

Edvan negou ter cometido os crimes. A Polícia Civil, através da Delegacia Especial da Mulher, fará um cruzamento de ocorrências na área para intimar as vítimas a fazer o reconhecimento do suspeito, que será encaminhado novamente ao Complexo Penitenciário de Pedrinhas.

Sobre o policiamento na área, a Secretaria de Segurança Pública (SSP) informou que, além da Companhia de Policiamento Ambiental, a área tem rondas diuturnamente de equipes do 8º Batalhão da Polícia Militar. Leia na íntegra:

A Secretaria de Estado Segurança Pública (SSP) informa que na manhã desta segunda-feira (9), uma guarnição da 1ª Companhia da Polícia Ambiental prendeu em flagrante, Edvan Amorim Ferreira (40), suspeito de cometer tentativa de estupro nas proximidades da Reserva do Itapiracó (Cohatrac). O homem foi encaminhado à sede da Delegacia Especial da Mulher (DEM) e autuado pelos crimes de tentativa de estupro e estupro consumado, já que ele foi reconhecido por uma segunda vítima como o autor do crime. O suspeito será encaminhado ao Centro de Triagem de Pedrinhas.

Sobre o policiamento, informa que além da Companhia de Policiamento Ambiental, a área tem rondas diuturnamente de equipes do 8° Batalhão da Polícia Militar em rondas no local.

VER COMENTÁRIOS
CONTINUAR LENDO
MOSTRAR MAIS