INVESTIGAÇÕES

Aeronáutica já começou a investigar acidente de helicóptero

Tragédia que fez quatro vítimas fatais aconteceu na tarde do último domingo, 1º. Não há prazo para a conclusão da investigação, que dependerá da complexidade do acidente

O acidente de helicóptero que vitimou três médicos e um piloto e policial civil no último domingo, 1º, será investigado pela Aeronáutica, através do Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Seripa), integrado ao Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa). O setor tem sede em Belém, no Pará.

De acordo com chefe do Seripa I, major aviador Cláudio Luiz da Costa Junior, por estarem no início, as investigações ainda não têm como apontar possíveis causas para o acidente, pois seriam precoces. Segundo o major, serão feitos todos os procedimentos de perícia e averiguação tanto da aeronave, quanto do local da queda, para levantar informações mais precisas sobre o acidente. “Estamos iniciando os trabalhos, vamos levar alguns componentes da aeronave para Belém, a fim de realizar perícia e obter mais informações”.

Veja Também

Leia também:

Na ação inicial do processo de investigações, além dos materiais recolhidos, devem ser feitas entrevistas com as pessoas que tinham relacionamento com a tripulação que estava a bordo da aeronave para que sejam coletados dados que irão servir como base do processo investigativo.

Não existe previsão de prazo para a conclusão da investigação, que dependerá da complexidade do acidente. O Centro de Comunicação Social da Aeronáutica informou ainda que as investigações a serem realizadas sobre o acidente são para fins de prevenção, não sendo apuradas responsabilidades de culpados com o ocorrido.

As vítimas do acidente (esq. para dir.): Rodrigo Capobiango, Jonas Elói da Luz, Kléber Luz Araújo e Alfredo Oliveira Barbosa Neto.

O órgão disse à reportagem que o intuito é entender o que aconteceu neste acidente, para aprender com ele e evitar novos acidentes parecidos no futuro e que fins de apuração de responsabilidade as investigações devem ser conduzidas pelas autoridades policiais. Em nota enviada a pela Secretaria de Segurança Pública do Estado, foi informado que a investigação sobre este episódio caberá à Aeronáutica.

O acidente

Na tarde deste domingo de Páscoa, 1º, um acidente de helicóptero fez quatro vítimas fatais, entre os povoados de Miritil e Lentel, próximo ao município de Rosário. Forças do Centro Tático Aéreo (CTA), Corpo de Bombeiros e Polícia Militar foram mobilizados no momento da tragédia para tentar socorrer as vítimas ainda com vida – o que não foi possível. A Prefeitura de São Luís decretou luto oficial de três dias. Leia a nota na íntegra.

VER COMENTÁRIOS
CONTINUAR LENDO
MOSTRAR MAIS