SEGURANÇA

Ocorrências em ônibus reduziram 25% na Região Metropolitana

Os números são comparados ao mesmo período do ano passado. De acordo com o Governo do Estado, foram mais de 2,2 mil coletivos revistados só em fevereiro

Reprodução

As ocorrências em coletivos na Região Metropolitana de São Luís reduziram 25%, de acordo com dados do Sistema de Informação (Sigo), que tem base em estatísticas do Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Rodoviário do Estado do Maranhão (STTREMA). A redução, afirma o Governo do Estado, é uma consequência do aumento das abordagens em ônibus: só em fevereiro, foram mais de 2,2 mil coletivos revistados – número 55% maior em relação ao mesmo período de 2017.

Os dados também comparam os anos entre 2015 e 2017, e apontam que houve também queda nos assaltos a ônibus. Foram 662 ocorrências em 2015, comparados a 603 casos em 2016 e 580 em 2017. “Os números mostram a importância das ações especializadas e ostensivas do Batalhão no controle a este crime”, informou o tenente-coronel Raimundo Andrade. Ao todo, o Batalhão Tiradentes conta com 170 policiais, 30 motos e cinco viaturas para realizar as vistorias.

Abordagens

“O objetivo da operação é impedir assaltos a ônibus e garantir a segurança de quem utiliza o serviço público”, destaca o comandante geral do Batalhão Tiradentes. A ação consiste na presença do policial nos coletivos para vistoria e monitoramento, priorizando pontos com maior demanda de ocorrências. Além das abordagens a pessoas, a polícia realiza condução, prisão de suspeitos e apreensões de drogas e armas, se for o caso. No período somaram 2.223 abordagens a ônibus.

O aumento nas abordagens vem ocorrendo gradativamente, após novo planejamento das atividades que tem como foco o alcance de demanda estipulada pelo comando da operação. Cada equipe de policiais realiza 10 abordagens a coletivos diariamente e são premiados pela meta concluída a cada trimestre. “Uma medida de estímulo ao trabalho e empenho dos nossos policiais, merecidamente”, reforça o tenente-coronel Andrade.

VER COMENTÁRIOS
MOSTRAR MAIS