CONCURSO PMMA

Candidata vítima de AVC estava se preparando de longa data

Durante o Teste de Aptidão Física do concurso da PMMA, Daniele foi submetida a três baterias de um minuto de exercícios e corrida de doze minutos

Uma candidata do Concurso da Polícia Militar do Maranhão (PMMA) morreu nesta terça-feira, 30, durante a realização do Teste de Aptidão Física (TAF), de responsabilidade do Cespe. Daniele Nunes Silva sofreu um Acidente Vascular Cerebral (AVC) enquanto era submetida às provas práticas no Núcleo de Esportes da Universidade Federal do Maranhão. Após passar mal, a prestadora de serviços da Delegacia de Barra do Corda e estudante de Ciências Biológicas foi socorrida na pista de atletismo, local da realização do teste de corrida aeróbica, e levada à UPA do Bacanga, mas não resistiu e veio à óbito.

candidata morta concurso pm tafDaniele sofreu, durante o teste, um AVC, que ocorre quando o suprimento de sangue que vai para o cérebro é rompido, ocasionando a falta de oxigenação do órgão

De acordo com o Delegado Renilton Ferreira, de Barra do Corda, a colega de trabalho já vinha prestando concursos, entre eles, da Polícia Militar do Piauí no ano passado. “Era muito estudiosa, dedicada, disciplinada com os estudos e queria passar no concurso, ter estabilidade. Ela vinha lutando pra isso”, conta o Delegado. Sobre o concurso da PMMA, Renilton explica que Daniele estava muito feliz com a aprovação na fase teórica, e a preparação para o TAF era voraz. “Não foi aquele concurso que ela fez porque abriram as inscrições, e aí resolveu prestar. Ela fez algo consciente, do qual ela estava se preparando, já de longa data”, afirma.

Os Testes de Aptidão Física do concurso tiveram início no último sábado, dia 27, e seguem até o próximo domingo, 4. Para realizar as provas, de acordo com o edital publicado pelo Cespe, instituição responsável pelo certame, o candidato deve possuir um atestado médico específico, emitido há pelo menos 30 dias – caso não haja a comprovação, o concorrente é automaticamente eliminado.

Os candidatos são submetidos, durante o TAF, a quatro atividades: flexão, meio sugado, abdominal remador e corrida aeróbica – os três primeiros com duração de um minuto cada. No caso da corrida, as candidatas do sexo feminino devem percorrer 1.700 metros em no mínimo 12 minutos.

Em Barra do Corda, entre os colegas de trabalho e a família, o clima é de grande pesar. “Nós aqui da delegacia, que trabalhávamos com ela, acompanhamos a luta, a dedicação, os estudos, os treinos para o TAF. Todo mundo apoiando no que era possível, ajudando da melhor forma, e agora essa notícia lamentável dessa interrupção do sonho dela de ser uma pessoa concursada, estabilizada, e principalmente numa área que ela gostava, que era a área policial”, conclui o Delegado Renilton.

VER COMENTÁRIOS
CONTINUAR LENDO
MOSTRAR MAIS