SOLENIDADE

Iema São Luís é inaugurado e passa funcionar no prédio do antigo Marista

A unidade em São Luís oferta os cursos de Eventos, Informática, Meio Ambiente e Serviço Jurídico; sendo 40 vagas para cada um dos cursos

Foto: Honório Moreira/OImp/D.A Press.


Honório Moreira/OImp/D.A Press

Iema São Luís funcionará no antigo prédio do Colégio Marista, no Centro

As três primeiras unidades do Instituto Estadual de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (IEMA), foram inauguradas nesta segunda-feira, dando início a Rede de Educação Profissional e Tecnologia do Maranhão.

Entram em funcionamento as unidades instaladas nos municípios de São Luís, Bacabeira e Pindaré-Mirim. Em São Luís, a cerimônia foi realizada no antigo colégio Marista onde funcionará o instituto.
Foto: Honório Moreira/OImp/D.A Press.


Honório Moreira/OImp/D.A Press

A cerimônia foi marcada por uma aula magna com o ministro da Educação, Aloizio Mercadante

A inauguração foi marcada por uma aula magna com o ministro da Educação, Aloizio Mercadante, do governador do Estado, Flávio Dino, e do secretário da Ciência, Tecnologia e Inovação (SECTI), Bira do Pindaré.

O modelo do Instituto Tecnológico do Maranhão, que foi inspirado no Instituto Federal, é pioneiro pelo diferencial de ofertar educação em tempo integral. Os alunos que ingressarão na escola vão estudar das 7h às 17h, com todas as refeições garantidas e em um ambiente preparado para a oferta de um ensino de qualidade.

Cursos

Os cursos que serão ofertados em cada unidade foram definidos a partir de reuniões com a comunidade, a sociedade civil, que teve oportunidade de falar quais suas demandas, bem como as autoridades locais como prefeito e vereadores. O trabalho teve o apoio dos institutos de Co-Responsabilidade pela Educação (ICE) e Sonho Grande, que são parceiros do governo no projeto de implantação do instituto. A consultoria está sendo feita sem nenhum custo para o Estado.

A unidade do IEMA São Luís está ofertando os cursos de Eventos, Informática, Meio Ambiente e Serviço Jurídico; sendo 40 vagas para cada um dos cursos. Em Bacabeira, os alunos vão cursar Administração, Logística e Mineração, que somam 198 vagas. Para unidade plena de Pindaré-Mirim foram ofertadas 120 vagas, distribuídas em igual número entre os cursos de Agropecuária, Recursos Pesqueiros e Serviços Jurídicos. As aulas terão início na terça-feira, dia 08.

IEMA

O Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (IEMA) foi criado no dia 02 de Janeiro de 2015, com o intuito de ampliar a oferta de educação profissional técnica de nível médio no Estado. A proposta é implantar o Instituto em 23 municípios até 2018, oferecendo à sociedade estrutura para o Ensino, Pesquisa e Extensão, respeitando as necessidades de cada local.

O modelo de ensino integrado se espelha em outros que já estão dando certo em Estados como o Ceará e Pernambuco e é embasado na formação integral do trabalhador, prevista na Lei nº 11.741/08 e na Resolução 120/2013-CEE.

VER COMENTÁRIOS
CONTINUAR LENDO
MOSTRAR MAIS