CORONAVÍRUS

No Maranhão

946
337116
291803
9636
COMEMORAÇÃO

Fuzileiros da Fuzarca se preparam para seu aniversário de 80 anos

Um dos blocos mais tradicionais do carnaval maranhense está se preparando para o aniversário de comemoração de 80 anos

Foto: Thiago Veloso/O Imparcial.


Thiago Veloso/O Imparcial

Integrantes do Fuzileiros da Fuzarca realizaram ontem o primeiro ensaio nas ruas do bairro da Madre Deus

O primeiro ensaio dos Fuzileiros da Fuzarca para a temporada do carnaval 2016 começou ontem em frente à sede do bloco, na Rua Afrânio Peixoto, na Madre Deus. Para esta prévia não poderia faltar muita batucada no ritmo do samba, um aquecimento para o carnaval e o aniversário de 80 anos da agremiação carnavalesca, que será comemorado no dia 11 de fevereiro. 

São aproximadamente 150 componentes, a maioria pessoas da terceira idade, que levam a alegria para a comunidade da Madre Deus. A presidente dos Fuzileiros, Graça Viana, disse que para este ano, além de comemorar as oito décadas do bloco, a sua principal intenção é a reforma da sede do bloco. “Vamos fazer a nossa festinha, como todos os anos, com bolo. Convidar outros grupos para comemorar conosco. Mas o que queremos é a reforma da sede. Já temos o projeto de ampliação, esse será o nosso maior presente”, ressaltou. Faz parte da comemoração do aniversário do bloco a gravação do CD 80 Anos do Fuzileiros da Fuzarca. Serão 10 músicas inéditas compostas por integrantes do bloco e cinco canções de sucesso que fazem parte do repertório, como Sandália de Prata.
Quem faz parte dessa história de composições é o músico e intérprete José Pivó, o “Zé Pivó”, de 76 anos de idade, 18 deles cantando e compondo o estilo musical que mais agrada: o samba. Para o ano de 2016, o compositor preparou uma canção especial que parabeniza os Fuzileiros da Fuzarca. A letra é Levando a Paz. “Quem fica velho é o compositor, a música sempre se renova. Então, buscamos compor mais canções. São 80 anos levando a paz e o samba para Madre Deus, é o bloco mais velho do bairro”, comentou José Pivó.
Mais que uma dança ou música, é uma verdadeira paixão participar dos fuzileiros. Esse é o sentimento de Rosa Fátima Sales, que é pastora do bloco há 30 anos. Entre suas lembranças, se recorda da viagem para França. “Gosto demais desta batucada, me sinto bem. Quando era mais nova, minha mãe não deixava eu participar. Mas, depois que me casei, a situação mudou. Comecei a fazer parte do bloco, pois meu marido me incentiva a participar. Nunca perdi um ano, sempre saio no bloco. Eu gosto de estar com essas pessoas, sinto como se fosse a minha família”.
Fuzileiros da Fuzarca
O Fuzileiros da Fuzarca é o mais antigo e tradicional bloco carnavalesco do Maranhão e o segundo do Brasil, fundado em 11 de fevereiro de 1036. O bloco, em sua maioria, é composto de pessoas da terceira idade e está atraindo jovens, crianças pela força da sua história cultural. De olho no futuro e na manutenção da tradição, o grupo desenvolve o projeto Fuzileiros do Amanhã, que integra crianças e adolescentes às atividades do bloco.
Amor que é repassado por gerações
A maioria dos integrantes já tem cabelos grisalhos, mas no meio daquela multidão pode se encontrar crianças, que fazem parte dos “Fuzileiros do Amanhã”. Grazielle Arouche já participou do bloco durante 12 anos e, desde então, levou a filha para participar, a pequena Olga Sophia de seis anos, que faz parte dos Fuzileiros desde um ano de idade. Para a mãe, o bloco é tradição e deve ser repassada para os filhos. Atualmente, ela está grávida e já faz planos para a família toda participar. “A comunidade se envolve, eu já participei, agora a minha filha e futuramente meu bebê, faz parte da nossa história, para quem mora aqui na Madre Deus”, ressaltou Grazielle Arouche.
VER COMENTÁRIOS
Esportes
Entretenimento e Cultura
Concursos e Emprego
Polícia
Mais Notícias