IMPERATRIZ

Suspeito de latrocínio em Imperatriz é preso no Tocantins

Edilene de Castro foi morta durante um assalto no último dia 02, data do seu aniversário. Edilene completaria 33 anos

O terceiro suspeito de ter participado na morte de Edilene de Castro, de 33 anos, na cidade de Imperatriz, foi preso no estado de Tocantins. O jovem Alexandre Bandeira, de 19 anos, é o suspeito de ter cometido os disparos que tirou a vida da vítima, durante crime de latrocínio, na última terça-feira, 02.
A prisão de Alexandre aconteceu após a Polícia Militar da cidade de São Miguel, em Tocantins, receber denúncia anônima de que o suspeito do latrocínio estava escondido no município. Ele foi capturado pela manhã desta quarta-feira, 03. O jovem foi detido no momento que estava com uma tia, em uma motocicleta Honda Biz.
Alexandre confessou, em depoimento ao delegado, ter presenciado o crime, mas negou ter atirado em Edilene. O rapaz já foi transferido para Imperatriz, onde vai ficar à disposição da Justiça. Além dele, outros dois adolescentes estão apreendidos por suspeitas de envolvimento no crime.
Internauta você pode compartilhar pelo WhatsApp no número (98) 9 9188 8267, informações, denúncias e sugestões para o portal O Imparcial
VER COMENTÁRIOS
Esportes
Entretenimento e Cultura
Concursos e Emprego
Polícia
Mais Notícias