CORONAVÍRUS

No Maranhão

1084
1529
96
2
VIOLÊNCIA NO CAMPO

Comissão da OAB discute assassinato do índio Kaapor

Representantes dos Direitos Humanos da Ordem e demais entidades estiveram reunidas hoje em coletiva de imprensa para tratar do acompanhamento do inquérito no caso

Coletiva OAB

A Comissão de Direitos Humanos da Ordem dos Advogados do Brasil do Maranhão (OAB-MA) e demais entidades estiveram reunidas, na sede da Ordem, para discutir o assassinato do índio da aldeia Ximborendá, identificado como Eusébio Kaapor.

O líder indígena foi assassinado a tiros, no último dia 28 de abril deste ano, e seu corpo foi achado enterrado. Durante a coletiva de imprensa, a Comissão afirmou que vão acompanhar de perto o inquérito do caso.
Segundo Antônio Pedrosa, presidente da Comissão de Direitos Humanos, a OAB acompanhará uma comitiva indígena e a Secretaria de Segurança Pública do Estado para monitorar de perto o caso:
“É necessário que seja feito um acompanhamento e monitoramento do inquérito policial e de sua metodologia de investigação. Acompanharemos a comunidade acionando, inclusive a nossa assessoria jurídica, para que ela possa estar a par de todos os atos processuais praticados”, explica.
VER COMENTÁRIOS
Concursos e Emprego
Polícia
Gastronomia
Entretenimento e Cultura
Mais Notícias