Crime violentos

Adolescente com 60 passagens pela polícia é morto

Jovem de 17 anos e com mais de 60 passagens pela polícia foi assassinado na noite da última segunda-feira, no interior do estado

Em Balsas, interior do estado, um jovem identificado como Wedson da Silva Furtado, ou mais conhecido como “Pebinha”, de 17 anos, morreu após ter levado um tiro na cabeça, por conta de uma possível acerto de contas. A vítima também era conhecido na região como “Capetinha”, devido suas mazelas no mundo do crime desde os oito anos de idade. O crime segue em investigação no primeiro distrito policial de Balsas.

Pebinha foi baleado com tiro na cabeça na madrugada do último sábado (23), quando andava pelas ruas do bairro Catumbi, município Balsas, quando teria sido abordado por dois homens em uma motocicleta e um deles sacou um revólver e efetuou um disparo atingido a cabeça do adolescente. Ele foi socorrido pelo Samu e conduzido ao Hospital Balsas Urgente em estado gravíssimo.

Por volta das 14h de domingo (24), em consequência do estado grave, ele foi removido para Hospital Socorrão na cidade de Imperatriz. O menor era conhecido da polícia e já havia sido internado várias vezes para cumprir medidas socioeducativas, por atos infracionais análogos aos crimes de roubo, furto, tentativa de assassinato, assalto a mão armada, tráfico de drogas e outros.

Ao todo, Pebinha já possuía mais de 60 passagens pela polícia, com apenas 17 anos. Nesta semana, ele completaria 18 anos. O caso segue em investigação no Primeiro Distrito Policial de Balsas, sob o comando do delegado Kennedy. Segundo informações do escrivão da delegacia, Arnaldo Galvão, o crime possivelmente poderá ser um acerto de contas. “Começou a usar drogas aos 8 anos, depois tornou-se perigoso com dois homicídios e centenas de assaltos e furtos”, disse Arnaldo.

O corpo do adolescente foi levado para a cidade de Balsas, onde seu sepultamento aconteceu no fim da tarde dessa terçafeira (26).

VER COMENTÁRIOS
CONTINUAR LENDO
MOSTRAR MAIS