SÃO LUÍS

Praça do Foguete e Forte Santo Antônio recebem iluminação

Os dois espaços, o primeiro na Lagoa da Jansen, e o segundo, na Ponta d’Areia, estão sendo revitalizados pelo Governo do Estado com a parceria do município

A Prefeitura de São Luís está trabalhando em diversas regiões da cidade com uma programação abrangente de melhoria e modernização do parque de iluminação pública da capital. As ações, executadas pela Secretaria de Obras e Serviços Público (Semosp), contribuem para a segurança pública e proporcionam também um aspecto mais bonito e moderno às vias da cidade.
Entre as obras em execução está o projeto de iluminação da Praça do Foguete e do Forte Santo Antônio. Os dois espaços, o primeiro na Lagoa da Jansen, e o segundo, na Ponta d’Areia, estão sendo revitalizados pelo Governo do Estado com a parceria do município. O trabalho tem como objetivo valorizar os pontos turísticos e servir de atrativo para os frequentadores, contribuindo para deixar a cidade mais bonita e segura.
Na Praça do Foguete, que deve ser inaugurada no próximo mês, a Semosp está implantando 27 postes Calgary Metálico, 34 luminárias de LED e sete projetores. O projeto de iluminação é uma das últimas etapas da obra que está em fase de acabamento. Todo o equipamento já foi montado e o piso de concreto está na etapa de polimento, assim como os bancos. A última parte é colocar o piso emborrachado, instalar a grade de proteção e terminar o paisagismo.
O local, onde antes funcionava a administração da Lagoa, se transformou em uma bonita área de lazer para famílias, devendo atrair um grande número de pessoas, principalmente crianças. Com um investimento de mais de R$ 900 mil, a construção, por meio da Secretaria de Estado da Infraestrutura (Sinfra), em parceria com a Prefeitura de São Luís, segue o modelo do foguete instalado no Parque da Cidade, em Brasília.

FORTE SANTO ANTÔNIO
No Forte Santo Antônio, o trabalho da Semosp ainda se concentra na escavação das áreas onde serão colocadas as caixas para a passagem dos cabos de rede de alimentação dos postes. O espaço vai receber 53 lâmpadas vapor metálico e 57 projetos de LED com iluminação artística que serão instados em 21 Postes Metálicos que segue o padrão dos já instalados não longo do Espigão.
A revitalização do forte, importante monumento histórico-arquitetônico do século XVII, inclui a recuperando e urbanizando toda a área em volta do mesmo. No local, será instalado um centro cultural, com um museu de embarcações maranhenses e um memorial, que integrará o complexo de turismo do Espigão Costeiro.
Marco histórico da ocupação populacional, a construção ocupa uma área circular, com duas edificações e uma muralha e guarda, ainda, da construção inicial, 13 dos 22 canhões que eram utilizados na defesa da cidade de São Luís contra invasores. Eles serão recolocados nas ameias (em arquitetura militar, é a abertura, no parapeito das muralhas de um castelo ou fortaleza, por onde os defensores visavam o inimigo).

VER COMENTÁRIOS
MOSTRAR MAIS